Jay-Z

Jay-Z || Créditos: Getty Images

Jay-Z vende 33% do Tidal para a gigante americana Sprint por US$ 200 mi

24.01.2017  /  12:38

Jay-Z || Créditos: Getty Images
Jay-Z || Créditos: Getty Images

Jay-Z, que já é há tempos um dos artistas mais ricos do mundo, acaba de ficar mais rico. Isso porque a gigante americana Sprint Corporation, do setor de telecomunicações, pagou US$ 200 milhões (R$ 633 milhões) por uma fatia de 33% do Tidal, o serviço de streaming musical que ele lançou em 2015, o que dá à companhia um valor de mercado de US$ 600 milhões, mais de dez vezes a soma desembolsada pelo rapper no início de 2015 – US$ 56 milhões (R$ 177,2 milhões) – quando ele comprou a Aspiro, a empresa sueca por trás do Tidal.

A Sprint, que é presidida pelo executivo boliviano Marcelo Claure, deverá disponibilizar os serviços do Tidal para os seus mais de 45 milhões de clientes nos Estados Unidos até o fim do ano. Como parte do acordo, a empresa também se comprometeu a criar um fundo de US$ 75 milhões (R$ 237,4 milhões) para investir em novos lançamentos de artistas.

Além de Jay-Z, outros famosos como Rihanna, Madonna, Usher e Chris Martin também possuem participações no Tidal. Mas nenhum deles se deu tão bem quanto o marido de Beyoncé: antes da venda para a Sprint, a fortuna dele era estimada em US$ 610 milhões (R$ 1,93 bilhão), número que deverá saltar para perto de US$ 1 bilhão (R$ 3,16 bilhões) após a conclusão do negócio milionário. (Por Anderson Antunes)