05.04.2018  /  10:57

Jay Z fala pela primeira vez sobre saída do armário da mãe: “Chorei de felicidade”

Jay Z com a mãe, Gloria Carter || Créditos: Getty Images

Apesar de sempre render notícias por causa do casamento com Beyoncé e do alto estilo de vida que tem, Jay Z não costuma se abrir muito facilmente. Mas o segundo rapper mais rico do mundo (atrás apenas do colega de profissão Sean Combs) abriu uma exceção para David Letterman, que o entrevistou para o seu novo talk show na Netflix, “My Next Guest Needs No Introduction”.

O bate papo dos vai ao ar nesta sexta-feira, mas um preview que está sendo divulgado pela gigante do streaming dá uma ideia do teor da conversa deles. Jay fala pela primeira vez publicamente sobre a reação que teve quando sua mãe, Gloria Carter, revelou que é gay. “Derramei lágrimas de felicidade e a abracei”, ele disse.

O dono do hit “Empire State of Mind” revelou ainda que sempre soube da opção sexual de Gloria, mas isso não era algo comentado em casa. A saída do armário “oficial” da ativista social (ela preside a fundação filantrópica do filho, a Shawn Carter Foundation) ocorreu em meados do ano passado, e em grande estilo, como tudo o que o rapper faz: Gloria e Jay abordaram o assunto no single “Smile”, que faz parte do último álbum do astro do hip hop, o “4:44”.

“Mama had four kids, but she’s a lesbian/Had to pretend so long that she’s a ‘thespian'” (Mamãe teve quatro filhos, mas ela é lésbica. Teve que fingir durante tanto tempo que era uma ‘thespian’), a dupla cantou junto, referenciando o termo da antiga Grécia que é sinônimo de atriz. Numa entrevista de rádio que deu na semana passada, Gloria também contou sua versão da experiência: “Eu só disse pra ele, ‘filho, além de ser sua mãe, essa é a pessoa que sou'”. (Por Anderson Antunes)

O rapper no bate papo com David Letterman || Créditos: Divulgação