James Franco
James Franco || Créditos: Reprodução

James Franco desembolsa mais de R$ 11 milhões para encerrar longe dos tribunais processo em que é acusado de assédio

12 Compartilhamentos
12
0
0
0
0
0
James Franco
James Franco || Créditos: Reprodução

Processado coletivamente por suposta má conduta sexual no ambiente de trabalho, James Franco achou melhor encerrar a disputa judicial com um acordo. De acordo com a “Variety”, o ator de 43 anos aceitou pagar a soma total de US$ 2,235 milhões (R$ 11,2 milhões) para as mulheres que o acusaram de assédio sexual, um grupo liderado por Sarah Tither-Kaplan e Toni Gaal, ambas ex-alunas de um curso de interpretação que ele deu em um escola que operou anos atrás em Hollywood junto com seu sócio Vince Jolivette.

A maior parte do dinheiro – US$ 1,341 milhão (R$ 6,7 milhões) – vai para um fundo criado em benefício de outras supostas vítimas de assédio não identificadas nos autos. Já Tither-Kaplan e Gaal receberão, respectivamente, US$ 670,5 mil (R$ 3,36 milhões) e US$ 223,5 mil (R$ 1,12 milhão), dos quais ainda deverão tirar os valores para pagarem seus advogados.

O caso data de 2018, quando Franco foi acionado judicialmente pelos supostos crimes. Tudo teria acontecido em seu extinto Studio 4, que funcionou entre 2014 e 2017 em Los Angeles e Nova York. Já a primeira tentativa de acordo dele com as responsáveis pela ação coletiva aconteceu em fevereiro, sem sucesso. Vale lembrar que o astro continua negando ter cometido qualquer irregularidade com suas ex-alunas. (Por Anderson Antunes)