02.08.2019  /  13:14

Ivete anda mais fashionista do que nunca. Conversamos com Marco Gurgel, atual stylist da cantora: “Ela pediu o que há de mais novo na moda”

Ivete com look vindo direto das passarelas de Paris para o The Voice // Divulgação

Os novos looks de Ivete Sangalo têm chamado a atenção do público. De uns tempos para cá ela tem aparecido mais fashion do que nunca, inclusive em shows. O ápice rolou na abertura – e temporada de audições – do The Voice Brasil, que começou essa semana. A cantora surgiu com um visual totalmente fora de seu padrão, que revelou um estilo diferente do habitual, mas agradou bastante, especialmente os fashionistas: um modelito Balmain, total black, com calça comprida de veludo soltona e cintura alta, arrematada por um poderoso blazer com spikes vindo diretamente do último desfile da marca para Ivete usar. Nos pés, sandália de camurça preta toda adornada de cristais, da Aquazzura (R$ 7.100). Conversamos com Marco Gurgel, stylist que está vestindo Veveta nos últimos meses e ele contou para o Glamurama sobre essas mudanças.

Glamurama: Você está cuidando do styling de Ivete Sangalo desde quando?
Marco Gurgel: Desde abril, quando ela participou do encerramento do BBB.

G: Percebemos uma mudança no estilo dela ultimamente… Tem influência sua?
MG: Acho que o papel do stylist é trazer um frescor para a imagem do artista, dentro daquilo que o agrada, do universo dele. Então quando um profissional novo começa a fazer esse trabalho com dedicação, faz sentido surgir essa impressão de mudança, de modernidade, de que houve uma atualizada no look. A busca é justamente essa.

G: Mudou alguma coisa no briefing dela?
MG: Tivemos conversas muito objetivas desde o início sobre a forma como Ivete enxerga a moda, o que a agrada e quais eram os desejos e demandas dela para esse momento. Isso me deu bagagem para elaborarmos moodboards, que são painéis de referências 100% visuais que servem de inspiração para criar os looks e também nos mantém alinhados.

G: O que mudou?
MG: O pedido dela foi que eu buscasse o que há de novo e atual na moda; com uma pegada artística, mas sempre dentro do gosto dela, claro.

G: Como é trabalhar com Ivete, ela topa tudo, é facil de agradar?
MG: Ivete é muito objetiva e prática. A partir do momento que você conhece as preferências dela, o caminho é trazer novas ideias respeitando aquele espaço. Ivete entende bem o que funciona pra ela, após tantos anos de carreira e isso facilita o processo; mas também está aberta a novidades, respeita muito os profissionais com quem trabalha, e escuta ideias e opiniões.

G: Ela dá bastante palpites?
MG: Existe uma fluidez nas escolhas, uma troca que é positiva e respeitosa. Mas Ivete participa ativamente do processo todo e a decisão final é sempre dela.

G: O que Ivete gosta de usar e o que ela odeia e jamais usaria?
MG: Existem algumas modelagens que ela sabe que funcionam bem e são suas favoritas, mas o blazer Balmain no The Voice é um bom exemplo de algo que seria um “tabu”, por ser uma peça mega oversized, mas Ivete amou e topou usar de primeira. Os óculos Prada que ela usou para se apresentar com os outros jurados foi uma ideia que partiu dela mesma e era algo que nunca tinha usado pra cantar. Acabou sendo um sucesso, o pessoal da moda e os fãs reagiram superbem. Como grande artista e performer que é, consegue sair da zona de conforto e carregar um look mais ousado.

Ivete com outro look que aparecerá no The Voice // Divulgação

G: Ivete é uma mulher real, não faz o tipo magérrima, tem curvas… o que a favorece e o q evita usar porque não cai bem?
MG: Existem alguns truques que favorecem e são a preferência dela, mas estamos testando outras coisas. Nesse começo já usamos oversized, silhueta mais solta, mangas bufantes… até para o Fortal fizemos volumes combinados ao brilho… Todo esse auto-conhecimento que ela tem ajuda que façamos isso com sucesso.

G: E quais os planos para Ivete no quesito figurino para os próximos meses?
MG: O The Voice vai ser nosso playground no quesito figurino nos próximos meses. O programa permite e pede uma pegada mais fashion. Desde que meu nome foi escolhido pra fazer a temporada, eu e minha equipe temos trabalhado desenvolvendo looks exclusivos com estilistas nacionais e também trazendo looks especiais de marcas internacionais, como o blazer Balmain que é da última coleção, é uma peça que abriu o desfile e veio pro Brasil só para ela usar.