25.12.2020  /  9:00

Itália se une a famoso arquiteto para criar pavilhões de vacinação contra a Covid: ‘Ser vacinado será um ato de responsabilidade cívica’

Centenas de pavilhões de vacinação de madeira e lona, com enormes prímulas cor de rosa, que simbolizam o renascimento, estampadas, estão sendo instalados em toda a Itália para que, a partir de janeiro, o país comece a imunizar sua população contra a Covid-19. Um total de 1.500 pavilhões circulares temporários serão montados em praças e centros urbanos do país. Projetados pelo arquiteto Stefano Boeri, que – junto com uma equipe de consultores – desenvolveu o logotipo e a comunicação visual da campanha de vacinação italiana, tem como objetivo “transmitir serenidade e regeneração”. “Ser vacinado será um ato de responsabilidade cívica, amor ao próximo e redescoberta da vida. Se esse vírus nos prendeu em hospitais e residências, a vacina nos trará de volta o contato com a vida e a natureza”, disse ele em comunicado oficial. Boeri é um dos arquitetos mais famosos da Itália, conhecido por seu edifício Il Bosco Verticale – ou Floresta Vertical – que tem a fachada coberta por árvores e vegetação.

Lembrando que mais de 65 mil mortes por coronavírus foram registradas na Itália, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins – o maior número na Europa, que está passando no momento por uma segunda onda da doença.