17.10.2018  /  8:47

Irmã de Meghan Markle comenta a gravidez da ex-atriz: “Coloca por terra nossas diferenças”

Meghan e Harry, e a meia-irmã dela || Créditos: Getty Images

A meia-irmã de Meghan Markle resolveu dar pitacos sobre a notícia de que a duquesa de Sussex e o príncipe Harry estão grávidos. Em uma entrevista que deu para o “The Sun” nesta terça-feira, Samantha Markle disse que a gravidez dos dois “coloca por terra todas as diferenças” que ela teve com a ex-atriz no último ano, e que não deseja nada além de “alegria e paz” ao casal real. “Todos precisam ser positivos [neste momento]”, Samantha falou no bate papo, segundo o tabloide britânico.

Apesar da aparente bandeira branca – ela vive acusando Meghan de ser “ingrata” e “esnobe” através da mídia – Samantha aproveitou a ocasião para cutucar a família real pela forma como esta escolheu revelar ao mundo a chegada de mais um membro. “Espero que o fato de que eles não incluíram o nome do meu pai no anúncio não tenha sido intencional”, comentou a filha mais velha de Thomas Markle. “Torço para que ele [Markle] receba os devidos créditos em um momento oportuno”.

Samantha foi adiante e também sugeriu que o nascimento do “royal baby” poderá servir para que ela, Meghan e os outros Markles façam as pazes. “É do interesse do bebê que meu pai faça parte de sua vida, caso contrário ficarei muito decepcionada. Um bebê muda tudo e amolece o coração de todos ao seu redor, e eu espero que isso sirva para que ajustes sejam feitos a fim de incluir meu pai em sua vida. Precisamos trabalhas juntos para isso”.

Segundo o “The Sun”, Markle foi informado sobre a gravidez de Meghan antes do resto do mundo, porém somente depois de a rainha Elizabeth II receber a boa nova, conforme manda a regra. A monarca também detém a guarda no papel de todos os sangues-azuis menores de idade do Reino Unido, conforme uma lei de mais de 300 anos criada pelo rei George I, e portanto a palavra final sobre a possibilidade de que o diretor de iluminação aposentado venha a conhecer o neto é dela. (Por Anderson Antunes)