07.10.2018  /  9:00

Investigador que apurou acusação de estupro contra Harvey Weinstein está sendo investigado

Harvey Weinstein || Créditos: Getty Images

Por essa nem os roteiristas mais ousados de Hollywood esperavam: responsável pela apuração da grande maioria dos crimes sexuais dos quais Harvey Weinstein é acusado, o investigador da polícia de Nova York Nicholas DiGaudio agora se tornou ele próprio alvo de uma investigação interna aberta pela procuradoria de lá.

O problema é que DiGaudio ficou sabendo de uma confissão de Lucia Evans na qual a ex-atriz confirmou ter feito sexo oral no produtor com o intuito de conseguir um trabalho em um filme, mas não foi estuprada por ele, conforme consta no processo em que Weinstein é réu desde o fim de maio, e não incluiu isso em seu relatório.

O bambambã caído sempre negou ter cometido o estupro, e a versão supostamente contada por Evans chegou aos ouvidos dos procuradores de NY há alguns dias. Se for confirmada, Weinstein pode se safar de ter que passar os próximos 30 anos atrás das grades, que é o maior risco que ele corre nesse momento. (Por Anderson Antunes)