12.01.2017  /  14:41

Investidor atípico, Prince não possuía ações e guardava ouro e dinheiro em casa

O cantor Prince || Créditos: Getty Images
O cantor Prince || Créditos: Getty Images

Um relatório da firma americana de gerenciamento financeiro Bremer Trust, que está preparando o inventário de Prince, concluiu que o cantor era um investidor atípico. Dono de uma personalidade excêntrica, pra dizer o mínimo, ele não investia em ações ou títulos de dívidas, por exemplo, mas mantinha 67 barras de ouro com cerca de 300 gramas cada em casa. O valor total das barras é de US$ 836,2 mil (R$ 2,7 milhões).

O dono do hit “Purple Rain” também possuía o equivalente a US$ 25 milhões (R$ 79,4 milhões) em imóveis quando morreu, em abril do ano passado, além de US$ 55 mil (R$ 174,7 mil) em espécie e outros US$ 28 mil (R$ 88,9 mil) em quatro contas bancárias. A Bremer Trust, no entanto, ainda não avaliou os itens que representam a maior parte do patrimônio que ele deixou, estimado em US$ 300 milhões (R$ 953,1 milhões), como instrumentos musicais, obras de arte, e o próprio catálogo musical dele, incluindo várias canções inéditas.

Ainda não está decidido quem ficará com a fortuna, já que Prince não deixou nenhum testamento e pelas leis do estado americano de Minnesota, onde ele morava, quando isso acontece cabe à justiça determinar os eventuais herdeiros. (Por Anderson Antunes)