30.09.2015  /  12:21

Investidor afrodescendente está na lista dos mais ricos do mundo

RobertFSmithForbesCover
Smith foi incluído nesta semana na lista das 400 pessoas mais ricas do país, divulgada pela revista “Forbes” || Créditos: Getty Images

O investidor norte-americano Robert F. Smith acaba de se juntar a ninguém menos do que Oprah Winfrey e Michael Jordan em um dos mais seletos clubes dos Estados Unidos: o dos afrodescendentes bilionários. Os três são atualmente os únicos negros do país com fortunas de dez dígitos. Winfrey, com seus US$ 3 bilhões (R$ 12 bilhões), é bilionária há anos, enquanto o ex-astro do basquete atingiu seu primeiro bilhão no início de 2015, quando passou a integrar a lista das pessoas mais ricas do mundo com uma fortuna de US$ 1,1 bilhão (R$ 4,4 bilhões).

Já Smith, que fundou a firma de investimentos Vista Equity Partners, da qual ele possui mais de 50%, atingiu o status de bilionário em julho, quando vendeu uma fatia da Vista, que administra ativos de US$ 15,9 bilhões, para uma subsidiária da gigante Neuberger Berman em um negócio que deu à empresa um valor de mercado de US$ 4,3 bilhões. A parte que lhe sobrou foi de US$ 2,5 bilhões (R$ 10 bilhões).

Aprovado somente agora pelas autoridades dos Estados Unidos, Smith foi incluído nesta semana na lista das 400 pessoas mais ricas do país, divulgada pela revista “Forbes”. O novo bilionário, que na adolescência se candidatou para uma vaga na Bell e, embora tenha sido recusado imediatamente, ficou seis meses ligando para o RH da empresa para pedir emprego, o que acabou conseguindo, explicou no início do ano passado em um discurso na American University que um dos motivos de seu sucesso é a sua teimosia. “Minha persistência e certeza das coisas que quero sempre me trouxeram resultados”, ele disse na ocasião. (Por Anderson Antunes)