Semana de moda de SP quebra paradigmas com domínio de moda genderless

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Looks Gloria Coelho – verão 2019 || Créditos: Agência FotoSite

No que depender de boa parte das marcas que desfilaram na semana de moda de São Paulo, que rolou nessa semana, o guarda-roupa não deve ter distinção de gênero na temporada que segue. Além de labels como Uma e João Pimenta, que já apostam há algum tempo em peças genderless, entrou para este time uma série de outras. Glória Coelho trouxe pela primeira vez homens para sua passarela pra seu début no segmento sem gênero, enquanto as estreantes na temporada de moda paulistana, Beira e Hundred, apostaram quase que praticamente 100% no visual mais democrático.

Já Amir Slama apresentou looks femininos e masculinos costurados nos mesmos conceitos, apostando em motivos florais para ambos. As labels Modem e Lenny Niemeyer também flertaram com o “eles por elas” desconstruindo a silhueta feminina, enquanto a Cotton Project apostou em cintura alta para ambos os gêneros.

Neste contexto, um dos maiores paradigmas quebrados na semana de moda paulistana foi levar à passarela homens usando vestidos, e o melhor, sem forçar a barra. Estampas e tecidos mais refinados também não foram evitados como forma de uma zona de conforto na busca pela moda sem gênero. Pelo contrário: padrões que vão de florais até o xadrez, além de texturas como veludo molhado e cetim deram até as mãos em peças que dão tranquilamente para revesar com o namorado(a). Aos looks!

Você também pode gostar