Qual o legado das Olimpíadas? Alberto Renault, Gloria Maria e mais respondem

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

O que fica após o término dos Jogos Olímpicos para a cidade do Rio de Janeiro? Fomos atrás de Gloria Maria, Alberto Renault, Christiane Pelajo, Felipe Veloso, Mara Fainziliber, David Bastos, Poliana Abritta e Zazá Pierck para saber qual será o tão falado legado olímpico. Confira!

Gloria Maria, jornalista

glortia-maria-nota
Gloria Maria|| Crédito: Maria Antonia Anicetto

“O que vai ficar de melhor é a nossa auto-estima, a nossa energia. A cidade está linda, as pessoas estão mais felizes. Estávamos vindo de um momento de depressão no Brasil e o Rio conseguiu reverter isso. O Brasil fica com uma alma melhor”

Alberto Renault, diretor do “Casa Brasileira” e escritor 

|| Crédito: Paulo Freitas
Alberto Renault|| Crédito: Paulo Freitas

“Aconteceu tanta transformação urbanística na cidade, como a queda da perimetral e a revitalização do Centro, mas acho que o maior legado é essa celebração, a mistura de povos, essa invasão cosmopolita. Essa integração com o mundo é muito legal”

Christiane Pelajo, jornalista

a
Christiane Pelajo|| Crédito: Leo Marinho

“A transformação da Praça Mauá, a retomada do Centro do Rio, que é lindo de morrer, aqueles museus maravilhosos… O carioca voltou a usar o Centro. E também tem o legado das pessoas: os cariocas voltaram a ter auto-estima e e orgulho da própria cidade”

Felipe Veloso, stylist

a
Felipe Veloso || Crédito: Leo Marinho

“Tudo bem que muitas coisas estão maquiadas, mas fica o senso de que podemos melhorar a cidade pra gente também – e não só para os outros – se a gente cuidar do metrô, da limpeza… Essa melhora das coisas pode continuar se tivermos a mesma atenção e cuidado que estamos tempo nesse período dos jogos”

Mara Fainziliber, colecionadora de arte

|| Crédito: Juliana Rezende
Mara Fainziliber || Crédito: Juliana Rezende

“Os museus ganharam uma grande força. O MAR, por exemplo, está a exposição mais espetacular que já recebeu, desde que abriu, que é  “A Cor do Brasil”, O Instituto Moreira Salles, o MAM…”

David Bastos, arquiteto

|| Crédito:
|| Crédito: Paulo Freitas

“O Rio está renovado. Cheio de hotéis novos, a Praça Mauá revitalizada, o Centro…  A cidade está muito bem cuidada. Dá orgulho de ser brasileiro e vontade de morar aqui [risos]”

Poliana Abritta, apresentadora

a
Poliana Abritta|| Crédito: Juliana Rezende

“Espero que o Rio consiga trazer para cá todos os eventos possíveis que possam ser feitos nessa estrutura que foi montada nessas Olimpíadas. Com tudo isso que temos agora, se a gente continuar recebendo esses eventos vai ser bom pro Rio em todos os sentidos. Fora a questão do transporte, do metrô, que vai ficar após os jogos”

Zazá Piereck, chef de cozinha

a
Zazá Piereck|| Crédito: Juliana Rezende

“A mobilidade com as novas linhas de metrô, o  VLT, as ciclovias e o Boulevard Olímpico, onde era a Perimetral, um lugar que costumava ser horroroso e perigoso e que agora está o máximo. Vários armazéns viraram restaurantes e tem happenings em todo canto. Famílias e turistas andando à noite num lugar que ninguém tinha coragem de ir”

Você também pode gostar