Filme da semana: ‘Nomadland’, um dos favoritos do Globo de Ouro, com a impressionante Frances McDormand

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
‘Nomadland’ com Frances McDormand // Reprodução

Indicado em quatro categorias no Globo de Ouro – entre elas, melhor filme dramático, melhor atriz em filme drama, melhor diretor e melhor roteiro de cinema -, ‘Nomadland’ pode levar várias estatuetas este ano, inclusive nos BAFTAS e no Oscar. Um filme incomum e único, mesmo antes de saber que sua diretora, Chloé Zhao, trabalhou nele ao mesmo tempo em que fazia o filme de super-heróis ‘Os Eternais’.

‘Nomadland’ é um road movie que mostra uma comunidade nômade do oeste americano que vive em vans, baseado em um trabalho de não ficção da jornalista Jessica Bruder, e está disponível na plataforma de streaming Hulu. Estrelado pela sempre incrível Frances McDormand, o filme acompanha os passos da professora Fern, que reage à morte de seu marido e ao colapso econômico de sua cidade deixando tudo para trás e indo morar em sua van Ford Econoline. O dia a dia de Fern passa a ser uma eterna viagem em busca de trabalhos temporários para sobreviver, de encontros e desencontros.

Como era de se esperar, o longa está profundamente enraizado na paisagem americana, enormes espaços vazios e bolsões de assentamento humano que surgem no meio do deserto ou da floresta. ‘Nomadland’, como pede o título, foi rodado por uma pequena equipe que viajou grandes distâncias em suas próprias vans, seguindo a mudança das estações ao longo de seis meses. Uma curiosidade deixa tudo ainda mais interessante e profundo: muitos nômades da vida real participaram das filmagens.

O longa de Chloé Zhao começa em 2011 na cidade natal de Fern, Empire, onde a morte da indústria de mineração é o fim literal da cidade. Aqui vemos o deserto de Black Rock em Nevada, lar do hedonista festival Burning Man, um impressionante espaço sem fim de areia e formações rochosas. No mesmo Estado, a protagonista encontra emprego sazonal entre centenas de trabalhadores temporários em um depósito da Amazon – as cenas foram feitas no local depois de um pedido pessoal de McDormand.

Nomadland segue um timing próprio, explorando o vazio, a solidão, a quietude, o desprendimento de uma tribo que está sempre se esbarrando e se ajudando pelas estradas do país. Dessa dinâmica, nascem laços fortes de afeto e entendimento. Um filme belo, com cenários impressionantes, que definitivamente mexe com a emoção e nos faz refletir o que de fato importa e se leva da vida. Recomendamos fortemente! Play para ver o trailer:

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…