Deborah Secco || Créditos: Leo Marinho

Deborah Secco fala sem tabu do empurrãozinho na carreira do marido e do quanto “bateu cabeça” até encontra-lo

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Deborah Secco || Créditos: Leo Marinho

Deborah Secco está de volta ao horário nobre em “Segundo Sol”, e em um papel de grande destaque, dividindo o posto de vilã da trama com Adriana Esteves. Quem também conseguiu um espacinho na próxima novela das nove da Globo? Hugo Moura, marido da atriz, ator iniciante. Prato cheio para as más línguas? Super! Mas ela tira de letra, sem meias palavras, e diz que ele também encara de frente.

“Ele enfrenta esse preconceito com a cabeça erguida”

“Fiquei muito feliz por ele. Fez um teste muito bom, todo mundo adorou. Foi uma surpresa pra gente [Hugo ser aprovado] e ele merece mesmo. Vem estudando bastante, se dedicando. É um cara que tem uma consciência artística enorme. Merece estar onde está e batalha muito por isso. Acho que a coisa de ser meu marido ajuda num lado, mas atrapalha no outro. Ele é um cara que enfrenta esse preconceito das pessoas com a cabeça erguida e fala: ‘Vou continuar tentando, sim. Ninguém vai fazer com que eu desista do meu sonho'”.

“Ele busca minha aprovação, mas mais do que isso: ele me escuta”

Comentamos que Hugo deve olhar para ela como uma referência na profissão… “Acredito que olhe, sim. Embora eu mostre pra ele todos os meus defeitos. Digo: ‘aqui eu poderia ter feito melhor, me mexi errado aqui…’ Vou mostrando tudo. Ele busca muito meu conselho e minha aprovação, mas mais do que isso: ele me escuta sobre como fazer para crescer. Todos os cursos que eu indiquei, os profissionais que falo que vão mudar a vida dele, assim como mudaram a minha… Ele vai atrás de todos eles, e com muita disposição. Conquista essa pessoas mais que eu conquistei… Todos os mestres do Hugo são apaixonados por ele”.

“É um karma”

Deborah é só elogios. “Sou muito orgulhosa porque é um cara que não se esconde, não se amedronta. Pega o problema e bate no peito, leva pra frente…” Ouvir que ele só conseguiu o papel por ser marido de estrela… “É um karma que vai ter que enfrentar, mas ele fala que nada na vida vai faze-lo desistir do que o faz feliz. E ele diz que não se importa em onde vai atuar: no meio da rua ou na TV Globo. Atuar é o que ele quer fazer, seja onde for”.

“… um cara muito ingênuo ainda, coração puro. Talvez ele ainda se caleje”

Será que Deborah dá conselhos para o marido também sobre os perigos da fama? “Acho que ele já entendeu bem, quando começou a se relacionar comigo. Já são três anos e meio. Já entendeu onde o calo aperta, o que é de mentira, o que é de verdade… O Hugo tem uma coisa diferente de mim: é um cara muito ingênuo ainda, coração puro. Talvez ele ainda se caleje com os anos. Mas não adianta falar. Isso não se ensina, se vive”.

“Eu falo tudo, deveria falar muito menos, mas essa não seria eu”

Mas mesmo veterana, a moça é sempre supertransparente. Se acha calejada, de verdade? “Nada! Hum… Talvez esse seja meu calo. Não quero passar uma imagem de pessoa que não sou. Já tentei muito fazer na vida real esses personagens cool, tipo sou incrível… Ah, não sou assim. Hoje é mais fácil pra mim entender que não vou agradar todo mundo mesmo, que graças a Deus agrado as pessoas que me cercam, que eu amo e me importo. Tomara que as minhas verdades sirvam para que pelo menos uma pessoa se sinta melhor. Isso já me alivia muito. É meu jeito: não sei ser diferente”. Deborah costuma falar abertamente das suas angústias… “Eu falo tudo, deveria falar muito menos, mas essa não seria eu…”

“Já na área pessoal, bati cabeça muitas vezes”

“Segundo Sol” é sobre recomeços e segunda chance. Perguntamos se a atriz já teve uma. “Acho que se tive uma segunda chance… Talvez eu tenha tido uma milésima chance, que foi quando o Hugo apareceu… Com toda sinceridade. De resto, minha vida sempre foi muito equilibrada. Tive uma carreira bem sucedida na TV, com bons personagens. Quando decidi enveredar pelo cinema, também fui muito bem sucedida… Tive nas outras áreas muita tranquilidade. Já na área pessoal, bati cabeça muitas vezes. Mas Deus me deu todas as chances que precisei e no final deu tudo certo, foi a pessoa certa…”

“Acredito muito na tampa e na panela”

O que Hugo tem que os outros não tinham? “Acho que a vontade de viver uma vida de família, uma vida a dois, e de se dedicar a isso. E essa é uma escolha diária. Ele escolhe isso diariamente. Essa é a grande diferença. Acredito muito na tampa e na panela. Com certeza a gente iria se esbarrar em algum momento… porque era com ele… Tinha que ser com ele!”

“Meu maior sonho era construir minha família. Todo mundo me acompanhou no perrengue de chegar lá”

A atriz continua: “É o tema mais importante na vida de todas as pessoas: amor, família, elos. É o que a gente leva de tudo isso aqui. Nossos melhores momentos são com as pessoas que a gente ama. Seja família de sangue, seja família construída. Sou uma pessoa muito família. Nunca escondi que meu maior sonho era construir minha família. Todo mundo me acompanhou no perrengue de chegar lá. E finalmente consegui!” (por Michelle Licory)

 

 

Você também pode gostar