Bilionário François Pinault, empresário por trás do conglomerado de luxo Kering, presenteia Paris com novo museu de arte contemporânea. Aos detalhes!

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Coleção Pinault ocupa o edifício da Bourse de Commerce em Paris // Reprodução

O empresário François Pinault e o conglomerado Kering estão à frente do novo museu que será inaugurado este mês em Paris. Já com dois espaços em Veneza, o Palazzo Grassi e a Punta della Dogana, o bilionário francês de 84 anos abre as portas ao público neste fim de semana na Bourse de Commerce, na mesma rua do Louvre, onde será exposta sua impressionante coleção de obras de arte. A construção do século 18 passou por uma grande reforma, que contou com a participação de arquitetos como Tadao Ando, Pierre-Antoine Gatier, ligado aos monumentos históricos franceses, e a dupla Lucie Niney e Thibault Marca.

A curadoria da coleção, que François Pinault começou a juntar nos anos 1970, é focada em obras de arte dos séculos 20 e 21, e tem atualmente perto de cinco mil peças, entre elas, obras de Picasso, Braque, Rauschenberg, Pollock e Rothko.

O poderoso empresário, que é marido da atriz Salma Hayek, sempre sonhou em ter um espaço para exibir suas aquisições como colecionador de arte contemporânea na capital francesa. O plano original era construir uma estrutura maciça de concreto e vidro em uma ilha abandonada no rio Sena, a cinco quilômetros da Torre Eiffel. A ideia não rolou e foi aí que apareceu a possibilidade de alugar o prédio da Bourse de Commerce. Promete ser o hotspot do verão francês!

Você também pode gostar