24.02.2021  /  9:44

Ícone da geração beat e dono de seu próprio feriado em San Francisco, Lawrence Ferlinghetti morre aos 101 anos

Lawrence Ferlinghetti
Lawrence Ferlinghetti || Créditos: Reprodução

Fundador da lendária livraria-editora City Lights, um reduto de grandes nomes da chamada geração beat da literatura dos Estados Unidos que fica em San Francisco, na Califórnia, Lawrence Ferlinghetti morreu nessa terça-feira, aos 101 anos, de causas naturais, de acordo com um comunicado divulgado pelo filho dele, Lorenzo Ferlinghetti.

Ferlinghetti teve papel fundamental na luta pela liberdade de expressão nos EUA principalmente a partir do anos 1950, e um de seus maiores momentos naqueles tempos foi a publicação do poema “Uivo” de Ginsberg, em 1956, considerado até hoje o maior marco do movimento.

A popularidade dele em San Francisco era tamanha que na ocasião de seu aniversário de 100 anos, em 24 de março de 2019, a prefeitura da cidade oficializou a data como Dia de Lawrence Ferlinghetti. Uma grande festa em homenagem a ele também foi organizada para marcar a ocasião, mas devido a problemas de saúde o publisher não marcou presença no evento.

A geração beat, que reuniu escritores e ativistas mais ousados como Kerouac e William S. Burroughs, além do próprio Ginsberg, na verdade surgiu em Nova York, mas San Francisco acabou se tornando sua maior base justamente por causa da City Lights, que permanecerá funcionando no número 261 da Columbus Avenue de lá. (Por Anderson Antunes)