20.01.2018  /  9:00

Homem que mais ganhou dinheiro com criptomoedas perdeu US$ 44 bi só nessa semana

O americano Chris Larsen, cofundador do Ripple || Créditos: Reprodução

Lembra de Chris Larsen, o gênio do Vale do Silício que se tornou um dos homens mais ricos do mundo recentemente graças ao sucesso do XRP, um método de pagamentos digitais que ele criou e que só perde para o bitcoin e o ethereum – as duas moedas virtuais mais negociadas – em valor de mercado? A queda de mais de 50% na cotação
do bitcoin nesta semana, por causa da notícia de que a Coreia do Sul planeja proibir o comércio de criptomoedas por lá, resultou em um efeito cascata que gerou perdas de mais de US$ 44 bilhões (R$ 140,9 bilhões) apenas no caso de Larsen, cuja fortuna pessoal no papel atingiu US$ 59,9 bilhões (R$ 191,8 bilhões) há algumas semanas.

É bem mais do que os US$ 30 bilhões (R$ 96,1 bilhões) que Eike Batista viu evaporarem na bolsa com a ruína de seu império, mas ainda assim ele está bem atrás do japonês Masayoshi Son, que entrou no Guinness Book como a pessoa que mais perdeu dinheiro na história até hoje (cerca de US$ 70 bilhões/R$ 224,2 bilhões), por causa do estouro da bolha da internet em 2000).

Apesar do prejuízo recorde, Larsen continua sendo o investidor que mais ganhou dinheiro com criptomoedas até agora em todo o mundo e ele segue confiante de que o segmento é um dos mais promissores para se investir neste momento. Isso desde que quem resolver se arriscar nele esteja preparado para grandes emoções, como perder mais da metade do patrimônio em apenas alguns dias. (Por Anderson Antunes)