27.09.2018  /  13:16

Homem que “apertou” bumbum de mulher em Paris é o primeiro preso graças a nova lei anti-assédio

Quem a salvou foi um motorista de ônibus || Créditos: Reprodução

Uma lei anti-assédio que entrou em vigor na França há pouco tempo fez seu primeiro condenado nessa semana: acusado de passar a mão no bumbum de uma garota de 21 anos que esperava o ônibus em um ponto nos arredores de Paris, além de fazer comentários inapropriados sobre o corpo dela, um homem de identidade não revelada foi detido pelas autoridades por agressão sexual e ainda levou uma multa de € 300 (R$ 1.401).

A nova legislação foi aprovada pela Assembleia Nacional francesa em maio, por unanimidade e com o apoio irrestrito da primeira-dama Brigitte e do presidente Emmanuel Macron. Pelo que foi decidido, assoviar ou elogiar mulheres desconhecidas nas ruas do país passou a ser considerado falta grave, passível de punições como multas que variam entre € 90 (R$ 420,30) e € 750 (R$ 3.502) e, nos casos mais graves, prisão.

Voltando à moça que foi vítima do pervertido, quem a salvou foi o motorista do ônibus no qual ela embarcou, que tratou de fechar a porta do veículo na cara do homem e chamou a polícia imediatamente. Tudo foi registrado pelas câmeras de segurança do local. Preso em flagrante, o assediador vai ficar três meses atrás das grades. Glamurama aprova! (Por Anderson Antunes)