31.01.2017  /  13:17

História das irmãs que popularizaram a “Brazilian bikini wax” nos EUA vai virar filme

Kate, Cameron, Cindy e Gwyneth: clientes famosas das J. Sisters || Créditos: Getty Images/Divulgação
Kate, Cameron, Cindy e Gwyneth: clientes famosas das J. Sisters || Créditos: Getty Images/Divulgação

A história sobre as irmãs brasileiras que criaram a rede de salões de beleza J. Sisters nos Estados Unidos vai virar filme. A produção ficará a cargo da Biônica Filmes, de Bianca Villar, responsável por sucessos como “Psi” – indicada ao Emmy International em 2015 na categoria Melhor Série Drama – e “Os Homens São de Marte… E é pra Lá que Eu Vou!”, o segundo filme brasileiro que mais vendeu ingressos nos cinemas em 2014.

Com roteiro de Patricia Andrade, que assinou também “Dois Filhos de Francisco”, e direção de Homero Olivetto, o mesmo diretor de “Bruna Surfistinha”, o projeto do filme sobre as irmãs do Espírito Santo já recebeu o aval da Ancine para captar o dinheiro para os custos de filmagem por meio de incentivos fiscais. O orçamento inicial do longa é de mais de R$ 10 milhões.

As J. Sisters – os nomes delas são Jocely, Janea, Joyce, Juracy, Jussara e Judseia – são as responsáveis pela popularização do “Brazilian bikini wax” internacionalmente, e no auge, entre meados dos anos 1990 e o início dos anos 2000, chegaram a ter clientes como Cameron Diaz, Cindy Crawford, Gwyneth Paltrow e Kate Winslet, época em que faturaram US$ 6 milhões (R$ 18,8 milhões) por ano.

Desde o ano passado, no entanto, as irmãs enfrentam dificuldades financeiras e foram obrigadas a deixar o principal endereço que ocupavam em Nova York, e hoje atendem na cidade dentro dos salões de Trish McEvoy, que possui várias unidades por lá. (Por Anderson Antunes)

As irmãs Jocely, Janea, Joyce, Juracy, Jussara e Judseia || Créditos: Divulgação
As irmãs Jocely, Janea, Joyce, Juracy, Jussara e Judseia || Créditos: Divulgação