12.03.2020  /  12:34

Hillary Clinton revela que produções da Broadway a ajudaram a superar derrota para Trump

Hillary Clinton || Créditos: Reprodução

Tem gente que prefere se isolar do mundo quando passa por uma grande decepção, mas esse não foi o caso de Hillary Clinton em seu pior momento na vida pública. Depois de perder a última eleição presidencial nos Estados Unidos de forma chocante para Donald Trump, em 2016, a ex-secretária de Estado do país resolveu ir afogar suas mágoas na Broadway. Em uma palestra que deu na última terça-feira, justamente em um evento que rolou na meca do teatro americano, Clinton revelou que assistir às montagens que estavam em cartaz por lá na época foi algo que a ajudou muito a se reerguer.

“Depois daquela catástrofe [a derrota para Trump], não havia nada como sentar no meio de uma plateia, esperar pelo apagar das luzes e então me transportar para um mundo louco por alguns instantes”, disse a mulher de Bill Clinton no “gathering” em que marcou presença a convite da Disney. Em seguida, a política fez piada com os cliques dela que vira e mexe pipocavam na imprensa, sempre a mostrando em caminhadas no entorno de sua casa em Chappaqua, no estado de Nova York. “Teve aquilo também e alguns copos de chardonnay, mas o que mais me ajudou foi mesmo a Broadway”, ela brincou.

Clinton, que na semana passada lançou uma série documental sobre sua vida no Hulu em parceria com a cineasta Nanette Burstein, publicou em 2017 o best-seller “What Happened” (“O Que Aconteceu”, em tradução livre), no qual dá suas impressões sobre a corrida pela Casa Branca de quatro anos atrás, e já trabalha em um novo livro em que pretende tratar da importância das mulheres na política. “A forma como as histórias das mulheres são contadas nos principais palcos da América é algo de muito valor para mim”, afirmou a “quase primeira presidente mulher” dos EUA. (Por Anderson Antunes)