02.11.2017  /  8:00

Herdeiro da maior rede de hotéis do mundo processa o próprio pai depois de ser deserdado

Bill e John Marriott III || Créditos: Getty Images/Reprodução

Herdeiro da rede de hotéis Marriott, a maior do mundo desde que comprou a Starwood há dois anos, John Marriott III decidiu processar o próprio pai – o bilionário Bill Marriott – por ter sido excluído do testamento dele. A briga dos dois começou em 2015, quando John terminou um casamento de anos contra a vontade da família (mórmons devotos, os Marriott não aceitam o divórcio por motivos religiosos) e acabou sendo deserdado.

A alteração no documento, no entanto, é recente e por regra deixa John, que nos papéis da ação afirma estar “quebrado”, de fora de uma partilha de bens estimados em quase US$ 3 bilhões (R$ 9,8 bilhões). O caso agora corre em um tribunal de Washington, D.C. e inclui ainda Richard Marriott, irmão e melhor amigo de Bill, como réu.

Já a grana em jogo é referente a um trust criado por Alice e J. Willard Marriott, os fundadores da gigante hoteleira, no início dos anos 1980, e tem como principal ativo cerca de 24,2 milhões de ações da Marriott Internacional que sozinhas valem perto de US$ 2,9 bilhões (R$ 9,5 bilhões). (Por Anderson Antunes)