Gwyneth Paltrow entre os filhos, Apple e Moses Martin
Gwyneth Paltrow entre os filhos, Apple e Moses Martin || Créditos: Reprodução

Gwyneth Paltrow revela que seus filhos nunca assistiram seus filmes: “A Apple me prefere ao vivo”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Gwyneth Paltrow entre os filhos, Apple e Moses Martin
Gwyneth Paltrow entre os filhos, Apple e Moses Martin || Créditos: Reprodução

Vencedora de inúmeros prêmios importantes e até de um Oscar, em 1999, por “Shakespeare Apaixonado”, Gwyneth Paltrow não conta com os próprios filhos como fãs de sua arte. Conforme disse em uma entrevista ao “Today Show”, um dos programas matutinos mais assistidos dos Estados Unidos, a atriz de 48 anos e fundadora do Goop! acredita que Apple Martin, de 17 anos, e Moses Martin, de 15, sequer a assistiram na telona alguma vez.

“Talvez o Moses tenha me visto de relance nos filmes [da franquia] ‘Homem de Ferro’, mas nada além disso. Já a Apple diz que prefere me ver ao vivo”, Paltrow, que teve os dois durante seu casamento com Chris Martin, contou no bate papo. A propósito, o roqueiro, que é líder do Coldplay, também participou da edição dessa quinta do “Today”.

Já sobre qual seria seu filme favorito em toda a carreira, a atual mulher de Brad Falchuk revelou que este é “Os Excêntricos Tenenbaums”. Isso porque seu pai, Bruce Paltrow, a visitou certa vez nos sets da produção lançada em 2001, algo que raramente fazia (Bruce morreu em 2002 devido a complicações de câncer e pneumonia).

“Aquela é uma das melhores memórias da minha vida”, Paltrow explicou sobre a visita do falecido produtor. “E foi justo no dia em que gravei uma cena saindo de um ônibus e indo ao encontro do Richie [o personagem vivido por Luke Wilson na fita dirigida por Wes Anderson], que ele admirava. Foi muito especial”, recordou a loira.

Em tempo: quem talvez também concorde com Apple e Moses sobre os atributos artísticos de Paltrow é Glenn Close, que em um vídeo que viralizou no fim do ano passado reclamou do fato de a estrela ter levado a estatueta mais cobiçada do cinema há 22 anos no lugar de Fernanda Montenegro, que também concorria ao prêmio por sua atuação em “Central do Brasil”. “Como pode uma atriz incrível daquelas [Montenegro, no caso] ter sido ignorada?”, reclamou a protagonista de “The Shield” na época. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o depoimento de Close sobre Montenegro que viralizou: