13.08.2014  /  19:57

Grupo Corpo se apresenta com 15 km de cabo de aço e música de Caetano

Triz está em cartaz até segunda-feira

Por um fio. Essa é a inspiração do grupo Corpo para a coreografia “Triz”, em cartaz a partir dessa quarta-feira, no Teatro Alfa, em São Paulo. Com cerca de 15 km de cabo de aço, Paulo Pederneiras, diretor geral e artístico da companhia, ergue uma arquitetura cênica que alude à presença das cordas com a trilha sonora de Lenine, ao mesmo tempo em que representa uma poderosa metáfora das limitações impostas à equipe de criação e aos intérpretes do grupo na construção do espetáculo. A coreografia “Onqotô”, de 2005, com trilha de Caetano Veloso e José Miguel Wisnik, também está no programa, e tem como ponto de partida uma bem-humorada discussão sobre a “paternidade” do Universo.

O espetáculo fica em cartaz em São Paulo até segunda-feira. A coreografia foi recebida com entusiasmo pela crítica e pelo público nas quatro capitais brasileiras incluídas em sua turnê de estreia ano passado e nas três cidades europeias por onde passou.