27.07.2020  /  10:14

Governo da Noruega reforça as regras de quarentena mas abre exceção para Tom Cruise

Tom Cruise o os famosos fiordes da Noruega || Créditos: Reprodução

Tom Cruise provou mais uma vez que é o ator mais poderoso de Hollywood ao convencer o governo da Noruega, na semana passada, a lhe conceder uma exceção. É que o protagonista e produtor-executivo de “Missão: Impossível” quer começar a filmar o quanto antes possível os dois próximos capítulos da franquia bilionária no país europeu, como estava previsto há tempos, mas foi pego de surpresa pela decisão do governo de lá de aumentar as medidas de contenção do novo coronavírus e reforçar ainda mais as regras de seu “lockdown”.

Cruise e sua equipe, no entanto, ouviram de representantes oficiais noruegueses que terão acesso facilitado a certas locações desde que respeitem os protocolos de saúde sobre os quais serão informados tão logo pisem na Noruega, algo que não foi oferecido nem mesmo aos produtores de conteúdo de entretenimento locais. O tratamento especial, é claro, tem a ver com a chance de divulgação de suas belezas naturais que o paraíso nórdico enxerga na superprodução hollywoodiana.

Até mesmo um benefício fiscal da ordem de 50 milhões de coroas norueguesas, ou cerca de US$ 5 milhões (R$ 26 milhões), foi concedido para a produtora de Cruise rodar os próximos “M:I” nos famosos fiordes do noroeste norueguês. Lançada em 1996, a série de filmes de ação arrecadou até hoje mais de US$ 3,57 bilhões (R$ 18,6 bilhões) nas bilheterias internacionais e terá seu próximo capítulo – por enquanto intitulado simplesmente “Missão: Impossível 7” – lançado em novembro de 2021 mundialmente. (Por Anderson Antunes)