26.06.2020  /  12:25

Globo, Netflix, teatro… Thaynara OG segue a todo vapor, mesmo sem as festas de São João

Thaynara OG no São João de 2019 || Créditos: Reprodução

Thaynara OG, nascida no Maranhão, é uma das famosas brasileiras que faz questão de celebrar as festas de São João, mas diante da pandemia, a apresentadora acha difícil que a festa seja realizada em 2020: “Acho difícil que aconteça ainda esse ano porque é um evento que aglomera muita gente, todo mundo é apaixonado e sai de suas casas para comer e dançar junto”, explica. Mesmo pela tristeza de não ver o batismo do Boi Bumbá – celebração típica da região onde nasceu e cresceu – Thaynara não tem do reclamar, pois trabalho é o que não falta.

Neste sábado, ela apresenta o “Arraiá em Casa”, ao lado de Fabiana Karla e Claude Troisgros, formato de evento que Thaynara afirma ser novo no Grupo Globo por unir as plataformas GNT, Multishow e TV Globo com shows das duplas Matheus e Kauan e Fernando e Sorocaba, além da apresentação de Xand Avião: “Estou muito ansiosa, com saudade e até um pouco de insegurança. Será uma homenagem aos brasileiros”, conta ao Glamurama, que bateu um papo com ela sobre este momento e os projetos em compasso de espera.

Glamurama: Em quais projetos tem trabalhado e previstos ainda para 2020?

Thaynara OG: No sábado, apresentou o Arraiá em Casa, esse formato novo com GNT, Multishow e Globo juntos, e que estou muito ansiosa e até um pouco de insegurança. Será uma homenagem aos brasileiros. Ainda tem a apresentação do TVZ, no Multishow, que foi adiada por causa dos acontecimentos e que será diferente, vou estar ali para presentar ao vivo toda a semana. Além disso, vou participar da celebração da Paixão de Cristo, em Pernambuco, que por enquanto está marcada para setembro e vou contracenar com Edson Celulari. Além disso, tem o filme que rodamos em janeiro para a Netflix, Um Pai no Meio do Caminho”, baseado nos textos de Thalita Mendonça, que estreia em 2020.

Glamurama: Você acha que ainda é possível realizar um São João ainda este ano?

Thaynara OG: Confesso que no início do isolamento, em março, tinha esperança de poder comemorar o São João, mesmo fora de época. Mas vendo o andar das coisas, pandemia e também essa transição do “novo normal”, acho difícil que aconteça ainda esse ano. É  um evento que aglomera muita gente, todo mundo é apaixonado e sai de suas casas para comer e dançar junto. Por conta de tudo isso que a gente está vivendo, eu acho que leva um tempo para voltar a essas praticas de novo.

Glamurama: Qual a maior lembrança que ela tem das festas de São João?

Thaynara OG: Com certeza os arraias da cidade, em que a gente assiste o Bumba meu Boi, tem as comidas típicas e para mim o momento mais marcante do São João é quando tem a cerimônia do batismo do boi. Sou madrinha de um grupo folclórico da cidade de Morros (Maranhão), que a gente vai para batizar o boi com padre, padrinhos e madrinhas em uma praça com toda a população da cidade. É um momento especial porque se recebe as bençãos dos santos padroeiros para poder iniciar uma temporada segura de São João. Com certeza esse ano me fez muita falta.