Revista JP revela as parceiras que deram supercerto na vida…

14.10.2017  /  8:00

Fábio Jr. que nos perdoe, mas alma gêmea vai muito além desse papo de metade da laranja. J.P encontrou duplas de amigas-irmãs ou irmãs-amigas que são verdadeiras parceiras, seja na vida pessoal ou na profissional. A sintonia entre elas é tanta que até confunde a gente

Por Victor Martinez |Fotos: André Giorgi

Duda e Sofia Derani

LINGUAGEM PRÓPRIA

Não precisa nem de dois minutos para ver que as irmãs Duda e Sofia Derani são verdadeiramente almas gêmeas – o que acaba sendo revelado ou pela histeria ou pela semelhança entre elas. “Sempre nos confundem. Até eu me confundo às vezes. Já cheguei a me apresentar como Sofia”, brinca Duda, enquanto sua sis lembra de um Réveillon em que usaram o mesmo look para que os amigos não soubessem quem era quem. O mais divertido foi descobrir que elas criaram uma linguagem própria. Sim, desde pequenas elas se comunicam em um linguajar que é um misto de inglês com português, só para as pessoas ao redor não saberem o que estão falando. “Na escola, além de sofrer bullying por ser disléxica, eu não tinha muita confiança e a Duda estava sempre lá pra me ajudar”, relembra também Sofia. A verdade é que elas querem estar sempre juntas. Seja no trabalho – são sócias da empresa de beleza capilar Reload Positive Beauty – ou na hora da terapia. Elas fazem parte de um grupo de autoconhecimento do Sri Prem Baba – o que normalmente não acontece, já que irmãs não podem participar juntas. A justificativa? “Eu falo por ela e ela fala por mim, como se a gente fosse uma pessoa só”, explica Sofia.

EM FAMÍLIA

Vera Egito trabalhava como assistente de direção de O Cheiro do Ralo, em 2005, e lembra como se fosse hoje de Sarah Oliveira visitando o set de filmagem. Sarah, por sua vez, nunca esqueceu o abraço entre elas, depois de se emocionar na estreia de À Deriva, longa que Vera trabalhou como roteirista em 2009. Uma não recorda exatamente da outra nesses momentos, mas ambas sabem a grande razão por serem amigas: Esmir Filho, irmão de Sarah. Foi ele que apresentou os filmes de Vera para a irmã na época em que a apresentadora procurava alguém que a dirigisse na primeira temporada do programa Viva Voz, do canal GNT – mal sabiam elas onde essa parceria iria chegar. Depois desse primeiro trabalho, todos os projetos de Sarinha parecem ter a condição básica de que Vera esteja minimamente envolvida. “Uma das coisas que nos conecta é a nossa relação feliz com o trabalho, que não é algo que nos separa da vida. É sério, mas também um momento bom do dia”, explica Vera, que dirigiu a amiga na web série O Nosso Amor a Gente Inventa. Hoje elas estão sempre juntas por mais um motivo. Na verdade, dois: Gloria, filha de 5 anos de Vera com o cineasta Heitor Dhalia, e Chloé, a primogênita de 4 anos de Sarah com Thiago Lopes. Assim como as mães, as pequenas são um grude só.

Renata e Lilly Sarti

SALDO POSITIVO

Quem já viu as irmãs Renata e Lilly Sarti sabe que a relação entre elas vai além dos laços de sangue. Primeiro, porque elas são facilmente confundidas. “Agora que a gente está com o cabelo parecido de novo, as pessoas confundem ainda mais”, conta Lilly, fazendo alusão ao corte Chanel que ela resolveu copiar da irmã. Segundo, porque Nata e Low, como elas se chamam, são sócias há 12 anos da marca Lilly Sarti. Quem atinge isso no Brasil, ainda mais com a irmã? Pois é. Renata cuida da parte administrativa e gestão, já Lilly é responsável pela criação e desenvolvimento. Se há problemas nessa parceria? “Temos pequenas divergências, mas que são ótimas porque elas acabam sendo complementares”, explica Lilly. Quando questionadas se são parecidas no estilo, Renata é imediata: “Nem um pouco!”, e solta um sorriso irônico por trás dos inseparáveis óculos escuros. Lilly justifica que tem um guarda-roupa mais eclético e cada dia ela se veste de um jeito. Já Renata… Depois de um silêncio, Lilly logo intervém: “Tá, eu falo por você”.

Luiza Castro e Natacha Barbosa

UNIDAS PELA ROUPA

Não é por acaso que entre os amigos elas são chamadas de “sócias gêmeas” ou “Tico e Teco”. Luiza Castro e Natacha Barbosa, que comandam a marca de roupas de couro LeatherTee, juram que não combinam, mas sempre estão vestindo o mesmo look. E tudo bem. “A gente realmente compra igual e não nos importamos em usar na mesma ocasião”, conta Natacha, que é formada em Direito, mas desde sempre teve uma queda para a moda. No trabalho, enquanto Luiza cuida da criação e produção das peças, ela fica responsável pela parte comercial, visitando vários clientes ao longo do dia – o que prova que cada uma está em um lugar. Quando se encontram, lá estão elas, usando a mesma peça, seja um sapato Gucci, um vestido Cris Barros ou um casaco da marca delas. Mas a amizade começou meio por acaso e foi “à segunda vista”. “Nossos namorados se conheciam e eu era amiga da ex do namorado da Natacha.” Passado o climão, elas ficaram tão grudadas que Natacha até organizou a despedida de solteira de Luiza. Na programação, show do cantor Ed Sheeran – a música “Shape of You”, (“Forma de Você”, em português), inclusive, faz parte da trilha sonora das amigas e define bem a dupla, né?

Isabelle Tuchband e Verena Matzen

TUDO POR PARIS

Embora já se vissem pelos corredores da Faculdade Santa Marcelina, onde ambas cursavam artes plásticas, Isabelle Tuchband e Verena Matzen só tiveram a chance de conversar pela primeira vez no elevador do consulado francês no Brasil. O motivo? As duas estavam prestes a embarcar para Paris para uma longa temporada na Cidade Luz. Verena ia trabalhar em um navio e Isabelle queria mudar os ares, após uma fase ruim. “Eu tinha acabado de perder um irmão e conheci a Verena, que virou minha irmã imediatamente”, conta Isabelle, que em Paris chegou a trocar o conforto de um apartamento onde estava, em Neuilly, para morar em Étienne Marcel com Verena . Detalhe: em um estúdio de menos de 20 metros quadrados emprestado por um amigo. Foi o começo de uma parceria para vida. “Nós somos muito diferentes, mas pensamos e criamos juntas”, revela Verena. Não à toa, em 1989, elas abriram a Cité em São Paulo – um espaço híbrido entre galeria de arte e ateliê  – e perceberam que compartilhavam a mesma estética nos trabalhos, um passeio colorido a um universo feminino próprio das duas. As camisetas que usaram no ensaio, inclusive, levam o rosto de uma mulher desenhado por Isabelle para a nova coleção da Mixed. Logo abaixo, a mensagem não podia ser outra: Je t’aime.