18.07.2010  /  18:00

Glamurama teve uma conversa exclusiva com o rapper 50 Cent. Música, Brasil e dieta em pauta. Veja!

No tempo que esteve no Brasil se apresentando com a turnê “The Invitation”, 50 Cent não parou um segundo. Foi coletiva pra lá, sessão de fotos pra cá, festas e até o lançamento da marca de roupas, a G-Unit. Glamurama aproveitou a passagem do rapper em solo tropical para bater um papo exclusivo com ele. Confira.
Como é a rotina de um cantor internacional de sucesso?
“É ótima. Viajo por todo o mundo. Minha música tem me levado para lugares que nem imaginava que algum dia conheceria. Já estive em toda a parte, provavelmente não no Alasca, mas lá deve ser calmo demais. Tirando isso, é muito bom entrar em contato com diferentes pessoas e culturas distintas.”
Os milhões em vendas de CDs influenciaram de alguma maneira sua personalidade?
“Acho que o sucesso muda, sim, sua personalidade, a percepção que você tem de si mesmo. Antes eu não tinha muita autoestima, era mais contido. Isso era reflexo da minha experiência até então, de não ter dinheiro e viver em um lugar pobre. Agora gosto de usar e fazer coisas que estão ligadas ao mundo em que vivo hoje.”
Em que você se inspira para escrever suas músicas?
“Cada letra tem uma inspiração diferente. Depende do álbum que estou montando, depende do meu momento. Nesse CD, que lancei em novembro do ano passado, ‘Before I Self Destruct’, escrevi sobre coisas que fazem parte de mim, sobre os cenários da minha origem. Por isso mesmo, esse trabalho é todo meu, não tem muitas colaborações, como as que já fiz antes com Justin Timberlake, por exemplo.”
 O que você conhece sobre a cultura brasileira?
“Não conheço muito, admito. Mas é fantástico, para mim, ter essa chance de saber o que vocês estão escutando por aqui. Minha experiência em 2004, no Rio de Janeiro, foi incrível. Pena que foi um curto período de tempo. Por isso, não sei o que esperar desta visita de agora. É como se fosse a primeira vez. Aqui, sabem minhas letras e a energia de um show no Brasil, para mim, é bem mais intensa do que nos Estados Unidos.”
Diferentemente de 2004, você está tendo a oportunidade de aproveitar esta viagem?
“Estou aproveitando muito. Desta vez, tive a chance de ir para Salvador, Goiânia, Brasília, São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Tive três dias em São Paulo e aproveitei para gravar em um estúdio, passear e tirar umas fotos de alguns pontos turísticos e coisas que achei interessante. Na minha última viagem, como eu estava filmando, não tive tempo de conhecer muitas coisas. Agora posso dizer que viajei para cá de verdade, mas ainda preciso vir no carnaval.”
Para o novo filme que participou – "Things Fall Apart" – você teve que emagrecer 25 quilos. Qual foi a dieta? Você já voltou ao peso normal?
“Eu só podia ingerir líquidos – apenas líquidos. Foram nove semanas de muita água! As quatro primeiras foram as mais difíceis, sem dúvida. Agora, eu como muito e de tudo. Estou tentando recuperar meu peso novamente. Ainda não estou forte como eu era. Na verdade, já recuperei meu peso, mas quero ter meu tamanho antigo de volta. Só indo à academia e malhando muito.”

50 Cent: agora, só falta voltar ao Brasil no carnaval