24.12.2015  /  9:00

Glamurama entrega dicas de especialista para os “contras” do verão

Cuidados específicos no verão || Créditos: Divulgação
Cuidados específicos no Verão || Créditos: Divulgação

Ah o verão, a época mais esperada do ano. Calor, mar, praia, sol, piscina, tempo de relaxar e pegar aquela cor. Mas como nem tudo é perfeito, a estação também traz alguns probleminhas típicos. Frizz no cabelo, pele descascando, ardência e manchas de sol são alguns deles. Por isso, Glamurama foi atrás de algumas dicas para reverter e prevenir esse quadro e ficar tranquila até a próxima estação. Confira abaixo:

Pele descascando :

Depois de ficar bem bronzeada é comum a pele descascar, afinal está se renovando. “Para combater o problema devemos: evitar banhos quentes, de longa duração e mais de um banho por dia; usar sabonetes hidratantes; hidratar bem a pele com cremes pelo menos uma a duas vezes ao dia”, indica Karla Assed, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da American Academy of Dermatology.

Pele com ardência:

Para quem ficou o dia inteiro na praia e está sofrendo com ardência, Julio Nogueira, dermatologista do W Spa, entrega: “O melhor é tomar um banho frio, porém com um sabonete ideal para acalmar a pele. Dê preferência aos sabonetes com formulação hidratante, pois além de limpar,  ainda são capazes de refrescar o corpo. Eles vão ajudar a tonificar e revigorar a derme queimada, deixando-a saudável e revigorada. O mais importante é passá-lo em movimentos circulares e suaves para não descamar a pele já prejudicada pelo sol”.

Como solução caseira para quem abusou do sol, o dermatologista indica o chafé de camomila, que é um chá de camomila bem concentrado que deve ser aplicado gelado sobre a pele para acalmar e hidratar, melhorando bastante a ardência e vermelhidão.

Mancha de limão:

O limão que era pra colocar no refrigerante ou o suco entraram em contato com a sua pele, você não teve como escapar do sol e um tempinho depois aparece aquela manchinha branca… A explicação é simples: tanto na casca como no suco do limão – em todas as variedades – existem substâncias que favorecem a formação de manchas na pele, e dependendo da quantidade e da forma como os limões foram manuseados, pode até ocorrer queimaduras de primeiro a terceiro grau. A fitofotodermatose é o nome dado a este tipo de reação na pele ou queimadura. É uma inflamação da pele causada pelo contato com alguns alimentos crus durante a exposição ocupacional ou recreativa a luz solar. Essa resposta inflamatória é uma reação fototóxica aos compostos químicos, fotossensibilizantes presentes em frutas cítricas e vegetais tais como: limão, tangerina, laranja, lima, figo, manga e vegetais como aipo, coentro, cenoura, erva-doce, salsa e nabo.
“Tais substâncias (no caso dos limões e tangerinas são os betacarotenos) são fotossensíveis, ou seja, reagem com a luz do sol, e, quando em contato com a pele, podem causar manchas”, explica Karla Assed, que lista os cuidados que se deve ter:

1. Evitar manusear limões estando no sol ou sabendo que irá tomar sol;

2. Após manusear estas substâncias lavar muito bem as mãos e local onde houve contato com o limão, antes de sair para o sol. De preferência, independente do manuseio de limões, sempre fazer uso de um filtro solar antes de sair ao sol.

Se houver queimadura, um acompanhamento médico precisa ser feito.

Cabelo com Frizz:

“O frizz é o resultado de fios quebrados e ressecados, portanto mantenha os cabelos sempre com um bom corte e hidrate-os frequentemente”, aconselha Marina Marques, do Crystal Hair. A dica de Marina para esconder o frizz em excesso após sair do mar é usar um bom leave-in (com FPS) e pentear com um pente de madeira, que diminui o volume da cabeleira. “Abuse de acessórios, como bandanas e chapéus. Eles escondem aquele frizz bem no topo da cabeça, ou aquele cabelo novinho que está espetado”, comenta Marina. Na praia, a melhor dica para hidratação, fora produtos, é molhar os fios com água de coco, que é rico em vitaminas.