Glamurama ama: o estilo alinhado com a autenticidade da skatista e comentarista das Olimpíadas Karen Jonz

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Karen Jonz | Crédito: Instagram

Karen Jonz é tetracampeã mundial de skate, artista, musicista e youtuber. Como se não bastasse todas essas atividades, a primeira mulher skatista brasileira a ser campeã mundial no estilo vertical, já pode adicionar no currículo uma outra atividade: comentarista. A santista roubou a cena na transmissão dos Jogos Olímpicos de Tóquio na TV Globo. Com referências inteligentes e engraçadas, Karen viralizou ao mostrar sua visão do esporte, estilo e empoderamento.

Aos 37 anos, além da competência, Karen chama atenção por priorizar o conforto. Seus looks são compostos por roupas oversized, que formam diversas camadas, muito jeans, tênis, mix de acessórios e maquiagem natural.

Com tanta repercussão, Karen foi às redes sociais mostrar os resultados – nem sempre corretos -que aparecem no Google em relação ao seu nome e profissão: “Só para não deixar dúvida”, disse Karen, que esclareceu diversos temas como sua carreira, relacionamento e posição política.

Durante a participação de Karen na cobertura da Globo, dois momentos chamaram atenção dos telespectadores. Em um deles, ela usou o termo “xerecou” para definir a queda no corrimão sofrido pela australiana Hayley Wilson. “Xerecou no campeonato. Olha é ruim para os homens cair deste jeito. Mas, tenho que informar para vocês que para as mulheres também é”, disse ela. Já em outro, a esportista ressaltou a solidão da maternidade ao rebater o narrador, que falava sobre a performance do esportista da modalidade Shane O’neill. “…Shane O’neill é pai também. Muito se fala de atletas mulheres, na maternidade, no esporte, mas pouco se fala…”, disse seu colega de transmissão. Em resposta, ela opinou: “Provavelmente eles deixam o filho com a mãe, aí não tem muito o que falar mesmo.”

Não é de hoje que a atleta fala sobre maternidade, algo que ainda é um tabu no esporte. Depois de dar à luz e vencer o campeonato brasileiro de vertical feminino, em 2017, ela revelou à imprensa que se sentiu capaz, e não somente por ter vencido o torneio, mas por isso ter acontecido depois da vinda da criança. Nas redes, a santista costuma mostrar que anda introduzindo Sky, de 5 anos, no esporte.

E sem medo de colocar para todos os seus posicionamentos, durante uma entrevista para falar da repercussão de seu trabalho, a skatista interrompeu o apresentador assim que ele a definiu primeiramente como esposa de Lucas Silveira, vocalista da banda ‘Fresno’. “Não sou conhecida por ser casada com o Lucas. Sou conhecida porque sou tetracampeã mundial e primeira mulher a vencer o X Games”, rebateu ela. Mais tarde, ela comentou porque corrigiu o entrevistador: “Gosto dessa ordem [primeiro campeã]. Que não muda o fato dele [seu marido] ser a pessoa mais incrível e a banda ótima.”