06.08.2020  /  12:22

Gilberto Gil fala sobre fé, morte e Brasil em papo com Pedro Bial: “Estou rezando por Jair Bolsonaro”

Pedro Bial e Gilberto Gil || Divulgação

A noite dessa quarta-feira rendeu papo cheio de sabedoria sobre política, vida e morte, e muito mais no programa Conversa com Bial, que teve como convidado o cantor Gilberto Gil. Até Jair Bolsonaro entrou na conversa, e Gil admitiu que reza pelo presidente e sua conduta como governante: “Que o ser pleno da compreensão o habite. Para seu próprio aperfeiçoamento e para o aperfeiçoamento das relações dele com o mundo”, profetizou ele. Pedro Bial lembrou da música “Pessoa Nefasta” (1984), que tem constantemente sido relacionada a Bolsonaro pelas pessoas que desaprovam o governo. E Gil falou que, na época de seu lançamento, muita gente a identificava com outro político, Paulo Maluf.

Por falar em inspiração, a dupla também conversou sobre a música “Não tenho medo da morte” (2008). O cantor afirmou que a fé pode ser tão reconfortante quanto a ciência: “Na hora da morte, dessa verdade, todo o conhecimento vale muito. Tudo o que foi ilustrado, trazido pra nós pela ciência, toda a dimensão da consciência, a leitura nova sobre a consciência que o mundo científico propicia, tudo isso dá conforto. Uma ideia de ‘tô indo, mas tô indo pro lugar de onde tudo vem'”.