10.01.2015  /  10:02

Gigantes do varejo dos EUA vão reduzir número de lojas físicas

42-15524178
Loja da JC Penney nos Estados Unidos || Crédito: Getty Images

Uma nova tendência está se formando no mercado varejista dos Estados Unidos neste ano. Empresas líderes do setor no país estão cada vez mais reduzindo o número de loja físicas que possuem por lá. Somente na semana passada as gigantes J.C. Penney e Macy’s anunciaram que irão fechar nos próximos meses, respectivamente, 50 e 14 lojas. Até mesmo a tradicional Sears, que não vive um bom momento, por conta das quedas sucessivas de vendas, informou no mês passado que vai fechar 235 de seus pontos de venda no Hemisfério Norte neste ano.

Os motivos que explicam esse movimento de redução são vários, mas incluem principalmente dois fatores. Primeiro, as grandes empresas de varejo dos Estados Unidos já têm lojas demais, sobretudo em um mundo onde as compras pela internet crescem a passos largos. Segundo, porque a maioria das lojas que serão fechadas estão em cidades de médio e pequeno porte, onde a população jovem – o foco das grandes varejistas – está diminuindo, uma vez que eles estão indo mais para as cidades grandes. No Brasil, no entanto, a situação que se vive é diferente, com tanto o comércio online crescendo em número de vendas quanto as varejistas aumentando o número de lojas físicas pelo país. Pelo menos, por enquanto, tudo vai bem por aqui. (Por Anderson Antunes)