Gigantes da tecnologia fazem campanha contra vigilância do governo dos EUA

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Imagem de um protesto em outubro em Washington contra os procedimentos da NSA

Começou a circular hoje pela mídia uma carta assinada pelas maiores empresas de internet e tecnologia. O conteúdo? Elas pedem ao governo do EUA que diminua a vigilância feita pela Agência de Segurança Nacional (NSA) do país. Apple, Google, Facebook, Twitter, Yahoo, Microsoft, LinkedIn e AOL se manifestaram depois da polêmica que começou com as informações confidenciais divulgadas por Edward Snowden, ex-analista da agência americana,  que foi eleito a personalidade do ano pelos leitores do jornal britânico “The Guardian”.

O principal objetivo  da carta é limitar o poder de ação da NSA, mas, sobretudo, tornar mais claras as regras com as quais a agência trabalha. A carta está disponível no site oficial da manifestação, mas também foi publicada uma versão em alguns jornais nesta segunda-feira, como o “New York Times” e o “Washington Post”, que inclusive fez uma reportagem denunciando que a NSA intercepta e guarda os dados e localização de milhares de celulares em todo o mundo. Será o fim da butuca dos EUA? Veremos.