02.07.2020  /  11:25

Ghislaine Maxwell, apontada como namorada e cúmplice de Jeffrey Epstein, é presa nos EUA

Ghislaine Maxwell com Epstein // Reprodução

Extra! A socialite britânica Ghislaine Maxwell, sumida há tempos e apontada com namorada de Jeffrey Epstein e possivelmente a pessoa que o ajudava a recrutar jovens garotas para um suposto esquema de tráfico sexual que ele orquestrou durante anos, foi presa nessa quinta-feira por agentes do FBI que estavam em sua cola. Detida por volta das 8h30 da manhã em New Hampshire, nos Estados Unidos, Maxwell deverá depor até o fim do dia sobre os supostos crimes dos quais é acusada de ter participado.

Como Glamurama contou em janeiro, ela estava sendo protegida por amigos que temiam por sua vida e também pela revelação de seus segredos. Maxwell, de 58 anos, sabe de muita coisa a respeito dos poderosos que sempre fizeram parte do universo exclusivo de Epstein, que teria se suicidado na prisão em agosto do ano passado depois de apenas algumas semanas atrás das grades.

Com a ajuda dela em uma possível delação premiada, os investigadores que atuam no processo aberto há quase um ano contra o multimilionário, por supostos crimes sexuais e em vários casos envolvendo menores de idade, esperam descobrir novos detalhes sobre o escândalo que chocou o mundo e teve particular impacto em Hollywood, Washington e em Wall Street, lugares em que, nesse momento, certamente muita gente deve estar com os batimentos cardíacos acelerados. (Por Anderson Antunes)