20.04.2016  /  18:26

George Clooney se declara à mulher e defende imigrantes

85187884
George e Amal Clooney || Créditos: Getty Images

Entre uma partida e outra de basquete com o presidente Obama, em Los Angeles, o bem relacionado George Clooney se declarou para sua mulher, Amal Clooney, em entrevista para a edição de maio da revista “Esquire”. “Eu nunca fui tão feliz em um relacionamento”, disse o galã de hollywood. “Aos 52 anos eu encontrei o amor da minha vida e estou muito feliz.”

Com dezenas de filmes e prêmios em seu portfólio, Clooney falou também sobre o legado que quer deixar à próxima geração, defendendo a ajuda a imigrantes e refugiados, e se colocando como imigrante irlandês. “Temos que fazer melhor. Temos que parar com esse medo de que um cara que quer nos matar vai passar por um processo de imigração que dura cerca de dois anos e meio para ser um terrorista, sabe? Não entendo isso. Amal e eu estamos trabalhando em coisas que importam para nós em um outro nível, em um mundo totalmente diferente. Se há um legado pra mim, ele ainda tem que ser escrito.”

O casal, que tem 16 anos de diferença – ela tem hoje 38 anos, e ele, 54 – trocou as alianças em setembro de 2014 em Veneza, na Itália. Entre os anos 1989 e 1993, o ator foi casado com a colega de profissão Talia Balsam.

Em tempo: Clooney, que administra a marca de tequilas Casamigos ao lado do sócio Rande Gerber, se prepara para o lançamento de seu novo filme, “Money Monster”, e anda bem ativo em assuntos eleitorais em apoio à candidata democrata Hillary Clinton. Enquanto isso, Amal acaba de trabalhar em um caso de grande repercussão envolvendo a crise política nas Maldivas, onde o ex-presidente, Mohamed Nasheed, passou de chefe de estado para prisioneiro.