16.02.2012  /  15:00

PODER traça perfil de Roger Abdellmassih

Ele foi condenado a 278 anos de prisão por 56 crimes sexuais cometidos contra as pacientes. PODER traçou o perfil do médico geneticista Roger Abdellmassih, foragido há mais de um ano e que um dia foi chamado de ‘Doutor Vida".

*A revista conversou com o promotor do Ministério Público de São Paulo, Luiz Henrique Dal Poz, que assumiu o caso assim que a primeira vítima fez a denúncia. Ele acredita que o fugitivo esteja escondido no Líbano, país que não tem acordo de extradição com o Brasil, o que dificulta a captura do médico. “Ele é um homem muito vaidoso. Além do mais, tem recursos para se manter no exterior. Pode ser que um dia ele resolva passear pela Europa.”

*Abdellmassih chegou a ficar quatro meses preso e foi liberado graças a um habeas corpus, assinado por Gilmar Mendes, na época presidente do Superior Tribunal Federal. Os bens do médico foram passados para nomes de terceiros. E o que sobrou – bens de luxo e objetos de arte – é vendido de tempos em tempos em bazares promovidos pela família em São Paulo, depois de um recurso que anulou uma ação que bloqueava todos os bens moveis e imóveis, contas e aplicações do médico e de seu filho, Vicente, sócio do pai na clínica. E, claro, na edição de fevereiro da PODER você lê todos os detalhes.

PODER de fevereiro: perfil de Roger Abdelmassih