Tyler e Cameron Winklevoss
Tyler e Cameron Winklevoss || Créditos: Reprodução

Gêmeos rivais de Zuckerberg, que se tornaram bilionários graças às criptomoedas, formam uma banda de rock

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Tyler e Cameron Winklevoss
Tyler e Cameron Winklevoss || Créditos: Reprodução

Bilionários são sempre cheios de hobbies nem sempre tão convenientes ou condizentes com suas contas bancárias, e o mais novo adquirido pelos gêmeos e membros do clube dos dez dígitos Tyler e Cameron Winklevoss é um que chama atenção: os cofundadores do Facebook e reis das criptomoedas acabam de formar uma banda de rock, sendo que o primeiro canta e o segundo toca guitarra.

Desafetos de Mark Zuckerberg, outro cofundador do Face, com quem precisaram brigar na justiça para ter sua participação na criação da maior rede social do planeta devidamente reconhecida, os dois também contam com a participação do chefe de sua equipe de seguranças e de outros amigos nessa nova empreitada musical.

Dia desses, o grupo ainda sem nome se apresentou em um pub do NoHo, em Nova York, para meia dúzia de convidados. Todos os aplaudiram de pé no fim da performance, mas também todos eram seus amigos de longa data, o que não deixa muito claro se eles são mesmo bons nesse novo métier no qual a competição é tão acirrada quanto no Vale do Silício.

Mas também é bastante pouco provável que Tyler e Cameron tenham decidido testar sua veia artística para aumentar suas fortunas, estimadas em US$ 3 bilhões (R$ 15,2 bilhões) individualmente. Remadores profissionais em seus tempos de Harvard, os irmãos hoje em dia ganham dinheiro comprando e vendendo bitcoins e afins por meio do fundo Gemini Trust Co. (Por Anderson Antunes)