Pinacoteca de SP abre exposição com o modernismo de Mira Schendel

A Pinacoteca do Estado de São Paulo, no Centro, abriu nessa quinta-feira a exposição retrospectiva da artista suíça Mira Schendel, naturalizada brasileira, que, ao lado de seus contemporâneos Lygia Clark e Helio Oiticica, reinventou a linguagem do Modernismo Europeu no Brasil. A mostra é organizada pela Pinacoteca e a Tate Modern de Londres, em associação com a Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, Porto. A curadoria é de Tanya Barson, da Tate Modern, e Taisa Palhares, da Pinacoteca, e já foi apresentada na Tate onde foi um grande sucesso de público.