05.07.2018  /  7:48

Funeral de Joe Jackson teve olhares atravessados e troca de indiretas entre Paris e Janet Jackson

Janet e Paris, e o patriarca Joe Jackson || Créditos: Getty Images

O funeral de Joe Jackson na última segunda-feira foi marcado por olhares atravessados entre os filhos e netos do patriarca do clã mais famoso da “pop music” americana. De um lado, Janet Jackson e a sobrinha Paris Jackson, filha de Michael Jackson, não trocaram uma palavra sequer e se limitaram a mandar indiretas uma pra outra via terceiros – a “it girl” acha que a tia deveria ter passado mais tempo ao lado de Joe em seus últimos dias.

Outra filha dele que causou durante a cerimônia fechada realizada no cemitério Forest Lawn de Glendale, na Califórnia, onde o rei do pop foi sepultado em 2009, foi LaToya Jackson. É que em uma autobiografia que publicou em 1991 ela acusou o pai de tê-la abusado sexualmente na infância, o que foi prontamente desmentido por vários outros Jacksons. Taj, filho de Tito Jackson, chegou a chamá-la de “falsa” assim que a avistou no encontro familiar.

E o pior é que os Jacksons ainda não se acertaram sobre quem deverá pagar a conta do funeral, estimada em pelo menos US$ 200 mil (R$ 782,6 mil), já que todos queriam algo digno da lenda do showbiz que acreditam que Joe foi em vida. Aliás, famosos como Jay Z, Wyclef Jean, Tyler Perry e Diana Ross foram convidados para marcar presença na despedida do polêmico produtor musical, mas não deram as caras. (Por Anderson Antunes)