06.08.2013  /  12:55

Saiba mais sobre a venda do “The Washington Post” para Jeff Bezos

Depois da compra do “Boston Globe” pelo bilionário John W. Henry, dono do time de beisebol Red Sox, agora foi a vez de Jeff Bezos, o fundador da Amazon, adquirir um grande jornal para chamar de seu. Bezzos pagou US$ 250 milhões pelo “The Washington Post”, que estava sob o comando da mesma família – os Graham – há oito décadas. Foi o “Post” que noticiou as denúncias que resultaram na queda do presidente Richard Nixon em 1974, caso que ficou conhecido como Watergate. Assim como o “Boston Globe”, o “Washington Post” é um dos mais tradicionais jornais dos Estados Unidos, mas enfrenta problemas com a queda gradual de assinantes.

Apesar disso, é cada vez maior o número de bilionários dos mais diversos setores que compram jornais. Além de Henry e de Bezzos, Warren Buffett também investiu pesado em mídia impressa nos últimos anos, embora tenha declarado que a indústria é “coisa do passado”. “O New York Times”, que pertence à mesma empresa que era dona do Boston Globe, abordou a questão com ironia: “Jornais são os novos troféus dos ricaços,” anunciou o jornal.