22.08.2019  /  11:07

Fotógrafo processa Spielberg por causa das gravações de seu novo filme em Nova York

Rachel Zegler e Ansel Elgort, e Spielberg, respectivamente os protagonistas e o diretor da nova versão para a telona do musical || Créditos: Reprodução

E não é que um fotógrafo de Nova York resolveu comprar briga justo com um dos homens mais poderosos de Hollywood, Steven Spielberg? JB Nicholas, o profissional dos cliques em questão, está processando o diretor porque recentemente teve seu acesso bloqueado à uma rua do Harlem, em Nova York, onde estavam sendo rodadas algumas cenas do novo “West Side Story”. O clássico da Broadway, que inspirou o filme de mesmo nome lançado em 1961, vai ganhar um revival cinematográfico pelas mãos do bambambã. A prefeitura da cidade também é citada na ação, uma vez que teria falhado ao dar autorização para as filmagens.

Às autoridades, Nicholas afirmou em depoimento que Spielberg e seus guardas-costas não poderiam ter impedido seu trabalho na ocasião, já que tudo se deu em um local público, e por isso pede na justiça uma indenização de valor não revelado até agora. Sabe-se, no entanto, que ele já fechou um acordo fora dos tribunais com o pessoal da Amblin Entertainment (a produtora de Spielberg) para ao menos ser reembolsado pelos gastos que teve com o processo judicial, cuja data para acabar segue indefinida.

O novo “West Side Story” começou a ser filmado em meados de junho na Big Apple e também em algumas partes de New Jersey, e se tudo acontecer como o programado, a produção do longa deve encerrar até o fim desse mês. Com elenco liderado por Rachel Zegler e Ansel Elgort, o musical que fez história tanto nos palcos quanto na telona tem orçamento estimado em US$ 100 milhões (R$ 404,1 milhões), e deverá estrear nos cinemas de todo o mundo no fim de 2020. (Por Anderson Antunes)