16.07.2020  /  9:34

Fotógrafa Vania Toledo morre aos 72 anos em São Paulo

Vania Toledo

A fotógrafa Vania Toledo morreu nesta quinta-feira, aos 72 anos. Ela estava internada na Santa Casa de São Paulo e, segundo sua irmã, Maria Goretti, teve complicações por causa de uma infecção urinária, que levou a uma septicemia e arritmia cardíaca. O desejo da família é cremar o corpo, mas ainda não há confirmação de data e local.

Vania era mineira, nascida na cidade de Paracatu, em 1948, chegou a São Paulo em 1961, para estudar Ciências Sociais na USP. Autodidata, começou a fotografia de forma amadora, e ganhou reconhecimento por ser uma das primeiras profissionais a clicar a noite paulistana.

Sua carreira começou com trabalhos para os maiores veículos de imprensa do Brasil e, na década de 1980, abriu seu estúdio, onde produziu capas de livros, discos, sempre com um olhar único e ousado. Foi nessa época que ela fez imagens para livros com nus masculinos e, em 1992, iniciou o mesmo projeto com mulheres, principalmente atrizes, que revelavam suas fantasias em ensaios nus. Essa série foi premiada e ganhou diversas exposições. Vania era muito amiga de Antonio Bivar, que também nos deixou este mês. Glamurama se une à família e amigos nesse momento tão triste.