13.10.2020  /  11:49

Fóssil de T-Rex que viveu há 67 milhões de anos é leiloado nos EUA por mais de R$ 178 milhões

Stan, que teria vivido há 67 milhões de anos || Créditos: Reprodução

Considerado um dos mais completos encontrados até hoje, o fóssil de um tyrannosaurus rex composto por 188 ossos foi leiloado na semana passada pelo valor recorde de US$ 31,8 milhões (R$ 178,4 milhões), ou mais de cinco vezes seu lance inicial de US$ 6 milhões (R$ 33,6 milhões). A venda no martelo foi organizada pela Christie’s de Nova York, que assim como sua maior concorrente Sotheby’s sempre obteve excelentes resultados com os leilões de fósseis de dinossauros.

Aliás, o recorde anterior pertencia ao fóssil de um T-Rex que esta última leiloou em 1997, por US$ 8,4 milhões (R$ 47,1 milhões), nesse caso sendo comprado pelo Museu Field de História Natural de Chicago. Apenas 50 esqueletos pré-históricos do tipo foram encontrados no mundo desde 1902, o que os torna itens cobiçadíssimos por aqueles com dinheiro suficiente para colecioná-los (Leonardo DiCaprio tem alguns).

Voltando ao fóssil do T-Rex de quase US$ 32 milhões (R$ 179,5 milhões), que foi batizado de Stan, este mede quatro metros de altura e 12 metros de comprimento, e seu peso gira entre sete e oito toneladas. Descoberto em 1987 perto de Buffalo, em Dakota do Sul, Stan teria vivido há 67 milhões de anos, de acordo com paleontólogos do Instituto de Pesquisa Geológica de Black Hills, que fica no estado americano. (Por Anderson Antunes)