03.07.2014  /  18:30

Fortuna de patrocinadores da Copa aumenta em US$ 6,2 bilhões durante evento

Carlos Alberto Sicupira, Jorge Paulo Lemann e Marcel Herrmann Telles

Uma das maiores patrocinadoras da Copa do Mundo no Brasil, a fabricante de cervejas AB-InBev investiu pesado no mundial. E por conta do aumento na fortuna pessoal de seus controladores, é possível dizer que valeu a pena. Desde o início da Copa, o patrimônio dos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira aumentou US$ 6,2 bilhões com a valorização das ações da empresa. O maior ganhador nas últimas semanas foi Jorge Paulo Lemann, maior acionista individual da AB-InBev, cuja fortuna saltou de US$ 19,7 bilhões para US$ 23 bilhões. Seria efeito da “Copa das Copas”? (Por Anderson Antunes)