10.01.2018  /  10:58

Fortuna de Jeff Bezos bate novo recorde e faz dele a pessoa mais rica de todos os tempos

Jeff Bezos || Créditos: Getty Images

Jeff Bezos continua surpreendendo. Depois de se tornar a pessoa mais rica de todos os tempos em novembro, quando sua fortuna atingiu a marca de impressionantes US$ 100,3 bilhões (R$ 325,1 bilhões), o bilionário quebrou o próprio recorde nesta terça-feira ao ver a cifra saltar para US$ 104,6 bilhões (R$ 339 bilhões) depois da revelação de que a Amazon, da qual ele é o principal acionista, já controla 75% do mercado de assistentes virtuais domésticos nos Estados Unidos. Para efeito de comparação, Bill Gates – hoje o segundo homem mais rico do mundo depois de Bezos – tem estimados US$ 91,9 bilhões (R$ 297,8 bilhões).

Isso significa que Bezos deixou concorrentes de peso como a Apple e a Alphabet (a dona do Google) comendo poeira no próprio território em que atuam, que é o segmento de inovações tecnológicas. Some-se a isso o fato de que a gigante do varejo online planeja aumentar sua presença ao redor do mundo com mais lojas físicas, a exemplo do que fez no ano passado com a compra da rede de supermercados Whole Foods, e o bom humor dos investidores foi às alturas.

Voltando aos “mordomos eletrônicos”, que permitem aos seus donos o controle de funções domésticas por comando de voz, estes representam um nicho que cresce a passos largos no hemisfério norte. A Amazon dispõe de dois modelos do equipamento (o Alexa e o Echo), enquanto a Alphabet investe pesado na popularização de seu Google Home e o Facebook estuda lançar o Jarvis, que por enquanto só existe na casa de Mark Zuckerberg (dublado por Morgan Freeman) em escala industrial. Já a Apple planeja uma versão melhorada do Siri para fazer frente a todos, que por enquanto ainda é um segredo guardado a sete chaves. (Por Anderson Antunes)