06.10.2018  /  9:00

Filmes de Tarantino e até chanchadas brasileiras ganham verbetes no dicionário Oxford

O dicionário de inglês mais famoso do mundo está cheio de novidades || Créditos: Getty Images

Os editores do tradicional Dicionário de Inglês de Oxford acabaram de anunciar que a edição revisada da publicação tem ares cinematográficos. Isso porque decidiram incluir mais de 100 palavras e expressões ligadas ao universo da sétima arte. As novidades vão de vocábulos como “Nollywood”, como ficou conhecida a forte indústria de filmes da Nigéria, até o termo “Lynchian” ou “Lynchiano”, usado para descrever os longas que lembram os trabalhos do diretor David Lynch.

Na mesma medida, outros cineastas de renome também ganharam seus próprios verbetes no Oxford: “Spielbergian”, “Capraesque”, “Altmanesque” e “Tarantinoesque” se referem às produções à la Steven Spielberg, Frank Capra, Robert Altman e Quentin Tarantinto, respectivamente, que no caso deste último são aquelas “caracterizadas por grafismo e violência estilizada, enredos não-lineares, temas satíricos e diálogo afiado”.

E olha que até o Brasil foi lembrado, com “chanchada” – sinônimo de filmes com humor ingênuo, quase burlesco, e improvisado. Também está na nova edição do Oxford, “scream queen” (“rainha dos gritos”, para definir as atrizes que são experts nisso) e “Not in Kansas anymore” (“Não estamos mais no Kansas”), frase dita por Dorothy (Judy Garland) para seu cachorrinho Toto no clássico de “O Mágico de Oz”, quando os dois chegam à Terra de Oz. (Por Anderson Antunes)