17.09.2017  /  8:00

Filme sobre economista brasileiro que morreu na África faz sucesso entre os franceses

João Pedro Zappa em “Gabriel e a Montanha” || Créditos: Reprodução

A coprodução entre Brasil e França “Gabriel e a Montanha” já é um dos filmes que mais vendem ingressos em solo francês, com bilheteria das duas últimas semanas ultrapassando a casa dos US$ 550 mil (R$ 1,72 milhão). O longa é baseado na história real do economista e pesquisador Gabriel Buchmann que, em 2009, embarcou em uma viagem pela África a fim de pesquisar a pobreza e relatar o que descobrisse em uma tese de doutorado que faria na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), dos Estados Unidos.

A aventura, no entanto, terminou de maneira trágica depois que ele decidiu escalar o Monte Mulanje, no Malawi, e morreu durante o trajeto. Estrelado por João Pedro Zappa e dirigido por Felipe Barbosa, amigo de infância de Gabriel, o longa caiu nas graças da crítica especializada francesa e, em razão do sucesso que está fazendo, começou a ser exibido nesta sexta-feira em 135 salas, um salto de quase 100% em relação ao número da semana passada (70 salas). Caso raro em se tratando de filmes brasileiros no país de Emmanuel Macron. (Por Anderson Antunes)

Abaixo, confira o teaser de “Gabriel e a Montanha”: