09.04.2015  /  10:35

Filha de Kurt Cobain diz que não gosta tanto assim do Nirvana

Frances Bean Cobain: casa de ferreiro, espeto de pau || Créditos: Reprodução / Facebook
Frances Bean Cobain: casa de ferreiro, espeto de pau || Créditos: Reprodução / Facebook

Frances Bean Cobain, filha única de Kurt Cobain, deu uma entrevista à revista americana “Rolling Stone” nesta semana e, aos 22 anos, decidiu falar sobre a morte do pai – que se suicidou aos 27 anos em 1994, e falou sobre a música de sua banda: “eu não gosto tanto assim do Nirvana”, opinou.

A artista visual aceitou falar sobre o assunto agora porque está lançando a primeira biografia autorizada de Kurt, o documentário da HBO “Kurt Cobain: Montage of Heck” , do qual é produtora executiva e que foi dirigido e escrito por Brett Morgen.

Depois da afirmação polêmica, Frances também disse que prefere bandas como Mercury Rev, Oasis e Brian Jonestown Massacre, mas também comentou que algumas canções do Nirvana são tocantes para ela porque, de certa forma, mostram a percepção que Kurt tinha dele mesmo. “‘Territorial Pissings’, do disco ‘Nevermind’, é uma música muito boa. E ‘Dumb’, de ‘In Utero’, me faz chorar em todas as vezes que a escuto”, também afirmou.

Na longa entrevista, Francis ainda diz que a razão de não gostar da música que o pai fez pode ser o fato de o mundo tê-lo santificado após sua morte. “Nossa cultura é obcecada com músicos mortos, que acabam sendo colocados em pedestais. As pessoas não o viam como apenas mais um cara que abandonou a família, ele era o ‘Santo Kurt’, e isso fez dele ainda maior após sua morte”. Polêmicas…