19.03.2021  /  19:55

Figurinista tarimbadíssima, Marília Carneiro lembra como criou os looks de ‘Ti Ti Ti’, nova reprise da Globo: ‘Roupas e acessórios viraram sonho de consumo’

Murilo Benício, Claudia Raia e Alexandre Borges com figurino de Marília Carneiro em ‘Ti Ti Ti’ // Divulgação

Em ‘Ti Ti Ti’, que vai reprisar em Vale a Pena Ver de Novo a partir do dia 29, o figurino está sempre em destaque. Além de conceituar os personagens, ele também é assunto na trama que retrata o universo da moda, com muitos eventos e desfiles. Coube à figurinista Marília Carneiro, hoje com quase 50 anos de trabalho desenvolvendo figurinos para obras dramatúrgicas, a missão de criar as peças de roupas da novela e dos grandes desfiles que aparecem em cena. Acostumada a ver suas criações passarem das telas para as ruas – quem não se lembra das meias de lurex que a personagem de Sônia Braga usava em ‘Dancin’ Days’, de 1978? – Marília tem ‘Ti Ti Ti’ como um dos trabalhos dos quais mais se orgulha.

Em entrevista, a figurinista conta mais sobre o trabalho na novela de Maria Adelaide Amaral, com direção geral do saudoso Jorge Fernando.

Como foi criar o figurino de uma novela que tem a moda como tema central?
Desafiador, mas simplesmente delicioso desenvolver esse projeto contando com a cumplicidade da autora Maria Adelaide Amaral e do meu saudoso amigo Jorge Fernando e sua energia. Claudia Raia foi fundamental no processo também. Eu revi, evidentemente, a primeira versão de ‘Ti Ti Ti’ e ‘Plumas & Paetês’, que também tiveram histórias adaptadas para a novela. Admirei os dois trabalhos, mas em se tratando de moda sempre temos que inventar e apresentar algo nunca visto.

Qual foi o maior desafio?
Sem dúvida, dosar o humor dos figurinos para ficar “no ponto”: ousado ao extremo beirando a caricatura, mas sem perder a credibilidade.

Qual figurino fez mais sucesso?
Definitivamente os da Jaqueline (Claudia Raia) eram os mais pedidos e muito copiados pelo grande público. Os macacões e os cintos da personagem viraram sonho de consumo.

Conte um pouco sobre o figurino da Jaqueline e de outros personagens de destaque.
O figurino da Jaqueline era sofisticado, passou do popular ao fashion durante sua trajetória. Jaqueline e os costureiros Jacques Leclair e Victor Valentim eram as grandes apostas em termos de figurino. Vamos ver se depois de 10 anos o figurino deles ainda será considerado excêntrico, porque com o tempo a gente não estranha mais os looks que antes foram considerados muito diferentes. O estranhamento acontece mais no impacto da novidade. A reprise vai dizer se tenho razão (risos).

Mesmo com toda sua experiência, precisou de consultoria para a criação das roupas dos desfiles?
Contei com a colaboração da estilista Eliza Conde, profissional que admiro muito, para criar comigo esse universo dos desfiles.

Ao longo de sua carreira, você já ditou moda, como as meias de lurex de ‘Dancin’ Days’. Como é ver seu trabalho ir além dos personagens e chegar nas ruas?
É uma alegria ver suas criações sendo copiadas, sinal de que agradou e isso é maravilhoso. ‘Ti Ti Ti’ representa um gostoso sabor de sucesso, de reconhecimento, que é o que nós profissionais do ramo almejamos.

Quais seus projetos profissionais no momento?
Sou responsável pelo figurino da adorável série ‘Filhas de Eva’, que está no Globoplay, e tem me dado muitas alegrias. Agora espero me vacinar para ficar livre para aceitar novos convites.