29.07.2020  /  10:19

Festival de Veneza desse ano vai acontecer normalmente, com público e doc sobre Caetano Veloso

Cate Blanchett presidirá a edição de 2020 do evento || Créditos: Reprodução

Para os organizadores do Festival de Veneza, já está na hora de voltar ao normal. Nessa terça-feira, eles anunciaram que a próxima edição do mega-evento de entretenimento – prevista para rolar entre 2 e 12 de setembro – vai acontecer normalmente, inclusive com público presente. Entre os grandes festivais internacionais de cinema, o italiano é o primeiro que tomou tal decisão, dando a entender que para certos amantes da sétima arte o pior em relação à pandemia de Covid-19 parece ser coisa do passado.

Fundado em 1932 como parte da Venice Biennale, uma das mais antigas exibições de artes do mundo, o evento chegará à sua 77ª edição anual em 2020 com mais mulheres entre as diretoras selecionadas, mas em um número ainda inferior aos 50% delas que seria o ideal. Aliás, quem presidirá as sessões dessa vez será Cate Blanchett, e o filme que abrirá o festival é o 100% italiano “The Ties”, da diretora Daniele Luchetti. Há pelo menos 11 anos que filmes rodados em terras italianas e por italianos não abriam o gathering cinematográfico.

Outro destaque na edição desse ano do Festival de Veneza será o documentário “Narciso em Férias”, sobre a prisão de Caetano Veloso no fim dos anos 1960, época de ditadura no Brasil. Dirigido pela dupla Ricardo Calil e Renato Terra, o longa promete ser um dos que possivelmente mais vão dar o que falar por lá entre os fora de competição, em razão do tema que aborda e da atual conjuntura na cena política brasileira. (Por Anderson Antunes)