16.02.2018  /  11:54

Festival de Cinema de Berlim começa com looks de contos de fada e eventos engajados

Elle Fanning de Valentino e Helen Mirren de Rami Al Ali || Créditos: Getty Images

Todos os olhos, ou pelo menos os mais cults, se voltaram nessa quinta-feira para a cerimônia de abertura da da 68ª edição do Festival de Cinema de Berlim, a Berlinale. Considerado um dos maiores festivais da sétima arte do mundo, a premiação trouxe para sua abertura o longa de animação de Wes Anderson.  “Ilha dos Cachorros” conta uma história de perseguição aos cães e, segundo o diretor americano, que sempre aproveita para fazer críticas sociais em seus filmes, nasceu do desejo de falar de abandono. “Queria contar uma história no Japão e misturei a esse desejo um interesse por como vivem os cães abandonados”, disse o cineasta na coletiva do filme.

E a “pegada” lúdica do longa refletiu na escolha dos looks usados pelas atrizes no red carpet. Elle Fanning, 19 anos, estrela de “Galveston”, foi com um surpreendente vestido Valentino tipo princesa moderna, enquanto Helen Mirren usou modelo com saia rodada e comprimento midi de Rami Al Ali. Já Greta Gerwig, estrela de “Lady Bird: A Hora de Voar”, foi um look de tule, também Valentino, pontuado com bordados. Todos poderiam ter saído de um conto de fadas.

O tom de protesto que temos visto em importantes premiações desde o início do ano, saiu do tapete vermelho e ganhou espaço com painéis de discussão sobre como combater a má conduta sexual na indústria do entretenimento, como incentivar mais filmes dirigidos por mulheres e como aumentar a atuação feminina em áreas técnicas desse mercado.

Para ver quem arrasou no tapete vermelho de abertura do festival, que segue até o dia 25, siga a seta!