14.11.2016  /  9:12

Fernanda Torres estreia programa com entrevista de João Ubaldo Ribeiro

a
Fernanda Torres durante entrevista com João Ubaldo em sua casa, em 2008 || Crédito: Reprodução

Fernanda Torres vai exibir pela primeira vez sua entrevista com João Ubaldo Ribeiro, feita na casa do escritor baiano em 2008, seis anos antes de sua morte. A conversa integra o primeiro episódio do novo programa da GNT, “Minha Estupidez”, que vai mesclar ficção e entrevistas com uma série de intelectuais. O nome do programa se dá porque, segundo Fernanda, são temas que ela admira, mas não domina, e mostram o tamanho de “sua estupidez”.

No primeiro episódio, que vai ao ar nesta segunda, às 23h, e visto com exclusividade pelo Glamurama, Fernanda Torres atua em algumas cenas, como quando, por exemplo, aparece em cima de um barco falando: “Estamos aqui no ano de 1647 na ilha de Itaparica, na Bahia, e estamos tentando fazer contato com cabloco Capiroba o Genuíno Canibal criado pelo imortal João Ubaldo para o livro ‘Viva o Povo Brasileiro’ (1984)”. É divertidíssimo.

No episódio aparece ainda o histórico encontro dos dois em 2008, em que ela confessa que quando foi chamada para fazer “A Casa dos Budas Ditosos”, inspirado no libro de Ubaldo, teve vergonha de dizer que nunca havia lido o “Viva o Povo Brasileiro”. Fernanda então vai até a casa de João Ubaldo, na zona sul do Rio, para contar, anos mais tarde, que finalmente terminara de ler o livro e para confessar “sua ignorância”. Durante a conversa, João Ubaldo disse que lia um livro por dia durante a adolescência, já que não tinha videogame nem TV.

Ele ainda fala que, além de feioso, era tímido ao extremo e ria “uhuhuh: “Era horrível. E eu ficava no espelho treinando hahahahaha. Hoje eu rio hahaha, depois de longo anos de treino eu sou haharista”.

“O Ubaldo está na origem do ‘Minha Estupidez’. Eu queria falar sobre a formação dele e, ao mesmo tempo, adaptar o capítulo do ‘Caboco Capiroba’, do ‘Viva o Povo Brasileiro’, com o Evandro Mesquita no papel do canibal. E gravar o Ubaldo lendo a própria obra com aquele vozeirão. Ele é um show man, um homem com uma erudição impressionante e, ao mesmo tempo, um contador de causo hipnótico, além de ter sido um amigo querido. Eu não sabia se a nossa intimidade se repetiria com outros convidados. Li e me preparei muito para poder me sentar com a Carmen, a Manuela, o Antônio e o Caetano”, continua Fernanda.

*

“Minha Estupidez” conta com cinco episódios de 30 minutos e tem, além de João Ubaldo, nomes como Caetano Veloso e Antonio Nobre. Já os esquetes, apresentados em cima de cada tema proposto nos episódios, traz atores convidados como Evandro Mesquita, Dado Villa-Lobos, Daniel Boaventura e Adriano Garib.

*

Com direção de Domingos de Oliveira, “A Casa dos Budas Ditosos” está em cartaz há mais de 12 anos.